Utensílios domésticos podem virar peças de decoração

·3 minuto de leitura

Neste momento, após três meses de distanciamento social, você já deve ter parado para pensar em fazer alguma coisa diferente na sua casa, certo? Ressignificar é uma palavra que vem sendo muito utilizada nos últimos tempos e pode ser bem praticada na decoração, proporcionando novos usos a peças pouco utilizadas ou desgastadas com o tempo.

A personagem Maria da Paz (Juliana Paes) da novela “A dona do pedaço”, por exemplo, aproveitou as formas de bolo da confeitaria e, com um pouco de tinta spray, criou uma decoração inusitada em seu escritório.

A famosa expressão inglesa “do it yourself” (DIY), em português “faça você mesmo”, popularizou na internet diversos tutoriais. Por meio de uma releitura de utensílios domésticos, é possível decorar sem gastar quase nada e garantir um espaço ainda mais charmoso na sua casa ou no seu negócio. Sem falar na personalidade que esse tipo de decor agrega ao espaço.

Há diversos objetos que podemos transformar! Canecas e chaleiras viram vasos; jarras servem de organizadores de talheres ou pincéis de maquiagem; rolhas podem se tornar porta-copos; tábuas, quadro de recados; e raladores fazem as vezes de luminárias.

Por falar em ralador, a solução pode ser utilizada tanto em casa — criando uma atmosfera intimista e acolhedora, já que os furinhos do objeto criam um efeito de luz — como também em um projeto comercial, como é mostrado na página ao lado.

Raladores que iluminam

A arquiteta Lilia Telhado, em parceria com Cintia Pereira e Fernanda Linhares, criou uma solução de luminária pendente de ralador com pintura em spray bronze sobre o balcão principal de uma confeitaria. Um recurso criativo e acessível, que causa impacto visual e chama atenção de quem passa pela rua, atraindo assim mais pessoas para consumir os produtos da loja. “A cliente viu referências usando utensílios domésticos e gostaria de expor essas peças na decoração da loja para remeter a um ar de casa”, conta Lilia.

Já no projeto executado pela Market Arquitetura, dos arquitetos André Longo e Miguel Viñas, um restaurante carioca especializado em comida italiana com expertise em queijos utiliza a luminária de ralador de queijos como arandela. Dessa forma, a iluminação fica mais suave e difusa sobre as mesas e, ao mesmo tempo, deixa o ambiente bem aconchegante e conectado com a identidade do negócio, aliando solução criativa à estratégia de marca. "Fomos desafiados pelos clientes a criar um restaurante que pudesse ser identificado como uma casa de avó italiana. Evidenciamos essa relação através do design, na escolha de materiais e iluminação cenográfica, reciclando o clássico ralador de queijo. Quem vai ao restaurante costuma fotografar as luminárias”, destaca André.

Faça você mesmo

Gostou das ideias? Agora é hora de aproveitar que está em casa e praticar soluções criativas com tudo que você já tem disponível. Para criar essa luminária com o ralador, há uma maneira bem simples, inserindo uma vela no interior para um jantar intimista, ou uma transformação mais definitiva, como uma lâmpada mesmo. Para isso, basta ter:

Itens

1 ralador de plástico ou metálico

1 lata spray com a cor desejada

1,5m de fio paralelo

1 bocal

1 interruptor

1 plug para tomada

Chave de fenda ou philips

Estilete

Lâmpada formato vela led 6w

Com o material em mãos, é só montar o sistema elétrico, conectando o fio com o plug e o bocal, pintar o ralador e usar como pendente ou sobre a mesa.

A coluna "Casa de Novela" é assinada pelo arquiteto Fabiano Prates Ravaglia.

Site: fprstudio.com

Instagram: https://www.instagram.com/fprstudio/