Uruguai demite técnico Tabárez após 15 anos no comando da seleção

·1 min de leitura
Técnico Oscar Tabárez

(Reuters) - O Uruguai demitiu o técnico Oscar Tabárez após 15 anos no cargo, depois de uma série de resultados decepcionantes nas eliminatórias para a Copa do Mundo, informou nesta sexta-feira a Associação Uruguaia de Futebol (AUF).

O Uruguai perdeu por 3 x 0 para a Bolívia na terça-feira, a quarta derrota consecutiva da equipe, que caiu para o sétimo lugar nas eliminatórias sul-americanas para o Mundial do Catar 2022, um ponto atrás da Colômbia, que atualmente ocupa a última vaga de classificação direta.

"Expressamos enfaticamente que esta decisão não ignora a importante contribuição de Tabárez para o futebol uruguaio", disse a AUF em comunicado.

"Saudamos e reconhecemos as conquistas esportivas fundamentais obtidas nestes 15 anos, que mais uma vez colocaram o Uruguai no topo do futebol mundial", acrescentou a associação.

"O Comitê Executivo da AUF tomou esta difícil decisão nas circunstâncias atuais, comprometido com o futuro próximo e com a obtenção dos resultados que todos nós esperamos."

Tabárez, de 74 anos, assumiu o comando da seleção uruguaia para uma segunda passagem em 2006 e levou o Uruguai às semifinais da Copa do Mundo 2010 e ao título da Copa América um ano depois.

Ele esteve anteriormente no comando entre 1988 e 1990.

O Uruguai visitará o Paraguai em sua próxima partida pelas eliminatórias, em 27 de janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos