Uruguai busca primeira vitória na Copa do Mundo do Qatar para não ser 'tetra' em eliminações precoces

Uruguai precisa vencer e torcer por outro resultado para avançar às oitavas (Foto: Pablo PORCIUNCULA / AFP)


A derrota para Portugal deixou a seleção do Uruguai "na corda bamba" na Copa do Mundo do Qatar. Sem ter conseguido vencer os dois primeiros jogos, empatando na estreia e perdendo no seguinte, a Celeste precisa conquistar o feito na última rodada do Grupo H, além de torcer por uma combinação de resultados.

Os uruguaios agora apostam todas as fichas em um retrospecto favorável na fase de grupos. A Celeste foi eliminada à essa altura em apenas três vezes nas 13 edições de Copa que disputou na história.

> Listamos 15 nomes da Copa do Mundo que podem ou vão trocar de time após o Mundial

A primeira vez que se despediu do Mundial na fase inicial foi no Chile, em 1962, quando até começou bem com uma vitória sobre a Colômbia, mas logo acumulou duas derrotas e ficou fora do mata-mata.

Na Copa da Alemanha, em 1974, a camisa celeste voltou a ser pendurada mais cedo, mas dessa vez sem qualquer vitória na campanha. Perdeu duas vezes e empatou uma.

> Confira a classificação e tabela completa da Copa do Mundo!

A última eliminação na fase de grupos aconteceu na Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul e Japão. Naquela época, a situação do Uruguai foi um pouco parecida com a atual: conquistou um ponto nas duas primeiras rodadas e precisava de um triunfo na última contra Senegal para avançar. Mas, após buscar o empate por 3 a 3, perdeu uma chance clara de gol e novamente deu "adeus" ao sonho.

Agora, os comandados de Diego Alonso somam apenas um ponto e um saldo de gols -2, na última colocação do Grupo H. Para avançarem às oitavas, precisam vencer Gana e torcer para que Portugal não perca para a Coreia do Sul. Os dois jogos acontecem nesta sexta, às 12h (de Brasília), repletos de emoções.