Uruguai apreensivo com lesão de Cavani antes da Copa do Mundo

Imagem de arquivo: o atacante uruguaio Edinson Cavani na Copa América de 2021.

(Reuters) - O atacante Edinson Cavani ficará de fora da partida do Valencia contra o Real Betis na quinta-feira, já que o uruguaio se recupera de uma lesão no tornozelo, faltando apenas duas semanas para a estreia da Copa do Mundo, contra a Coreia do Sul.

O técnico do Valencia, Gennaro Gattuso, disse esperar que Cavani possa jogar no torneio no Catar, apesar de seu tornozelo direito ainda estar inchado.

"Edi nos últimos cinco ou seis dias fez de tudo para poder jogar, mas o tornozelo está muito inchado e dolorido", disse Gattuso em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

"Ele mostrou grande disponibilidade, mas não pode treinar."

O atacante de 35 anos marcou quatro gols em sete jogos nesta temporada do campeonato espanhol com o Valencia, mas o técnico revelou que está recebendo tratamento constante depois que foi forçado a sair contra o Barcelona no final de outubro.

"A última ressonância magnética foi feita há algumas semanas e o tornozelo está melhor... mas quando ele é atingido isso o incomoda", disse ele.

Gattuso acrescentou que cabe ao técnico uruguaio Diego Alonso e sua equipe decidir se convocam o atacante.

"É uma avaliação que sua seleção tem que fazer... Não discutimos com nossa equipe médica se ele pode perder a Copa do Mundo", disse o técnico italiano.

"Não estou pensando negativamente, espero que ele jogue uma grande Copa do Mundo e que seu tornozelo não o incomode."

Cavani enfrenta uma corrida para estar apto para o confronto do Uruguai com a Coreia do Sul em 24 de novembro. O Uruguai também enfrentará Portugal e Gana no Grupo H.

(Reportagem de Angelica Medina na Cidade do México)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS PB