Urijah Faber acusa TJ Dillashaw de se fazer de vítima

Faber se aposentou do MMA em dezembro de 2016 - Diego Ribas

O clima entre Cody Garbrandt e TJ Dillashaw, antigos parceiros de treinos na academia Team Alpha Male, está tenso. Os dois são os treinadores do TUF 25 (reality show do Ultimate) e protagonizam um verdadeiro clima de guerra no programa. E em meio às provocações, ninguém melhor do que Urijah Faber, líder do time californiano, para analisar o conflito.

A saída de TJ, que então passou a treinar na academia Elevation Fight Team, no estado americano do Colorado, é uma das principais razões para as brigas com Garbrandt. Isso porque cada um apresenta uma versão diferente da história, o que fez com que Faber explicasse como analisa a situação sob o seu ponto de vista. E em conversa com jornalistas durante o MMA Awards, premiação conhecida como o ‘Oscar do MMA’, em Las Vegas (EUA), o ex-lutador acusou Dillashaw de se fazer de vítima.

“Foi muito estranho, sabe? O TJ, na minha opinião, está se fazendo de vítima. Sua história sobre como tudo aconteceu é estranha para mim e meio que me deixou de guarda baixa. Ele tomou sua decisão e assumiu sua escolha, então por que se fazer de vítima? Foi bem estranho, para ser sincero. TJ é um cara que foi trazido para o nosso time . Fábio, Justin, Danny e Cody são caras que o acompanham desde o começo. Então é estranho para ele estar do lado oposto ao de seus amigos, ter seus amigos no outro time. Mas essa foi sua escolha, e essa será uma temporada interessante”, relatou.

Dillashaw e Garbrandt, atual campeão na categoria peso-galo (61 kg), se enfrentarão ao final do reality show em combate que valerá o título na divisão. E por conhecer bem a dupla, Faber fez questão de apontar seu favorito. Na opinião do ex-lutador de 37 anos, que se aposentou em dezembro de 2016, o cinturão não mudará de mãos.

“Será uma luta competitiva, sem dúvidas. Vi esses caras batalharem por anos. Será uma luta competitiva, mas Cody será o vencedor naquela noite. Ele é um cara que virá forte e que tem o soco mais pesado. Os dois possuem bom nível no grappling, são completos, mas será a noite do Cody”, completou.

Confira abaixo a entrevista: