Urijah Faber é escalado para o Hall da Fama do UFC

Depois de se aposentar do MMA em dezembro do ano passado, quando superou Brad Pickett por decisão unânime no card do UFC Sacramento, Urijah Faber teve pouco tempo para se afastar do esporte. Isso porque seu nome foi confirmado no último final de semana para a próxima introdução do Hall da Fama do evento.

Tal honraria, reservada a atletas do calibre de Royce Gracie, Randy Couture, Rodrigo ‘Minotauro’, Chuck Liddell entre outros, chama a atenção por um curioso fator. Primeiro atleta a garantir atenção para as divisões mais leves – Faber competiu como pena (66 kg) e galo (61 kg) -, o ‘California Kid’ também foi o primeiro membro no seleto grupo a representar as categorias que só passaram a fazer parte do UFC após a compra do extinto evento WEC.

“Urijah Faber vem sendo uma das mais carismáticas estrelas do MMA que já pisaram no octógono, e eu estou empolgado em anunciar ele como o primeiro indicado ao Hall da Fama para 2107. Desde os primeiros dias como campeão dos penas até os dias no UFC dez anos depois, ele impactou muito o esporte. Ele provou que as categorias mais leves poderiam criar grandes estrelas e colocou Sacramento no mapa ao criar um dos times mais fortes do mundo”, narrou Dana White, presidente do show, ao site MMA Junkie.

Líder do time Alpha Male, Faber já liderou duas edições do reality show The Ultimate Fighter, disputou o título do UFC em quatro oportunidades e acumulou ao longo de 13 anos um cartel de 34 vitórias e dez derrotas como profissional de MMA.