United-City e Tottenham-Brentford valem vagas na final da Copa da Liga Inglesa

·3 minuto de leitura
O Manchester City, do atacante Raheem Sterling, venceu o Chelsea no confronto da Premier League em Stamford Bridge no dia 3 de janeiro de 2021

O Manchester United desafia seu vizinho e rival em Old Trafford nas semifinais da Copa da Liga Inglesa na quarta-feira, em uma espécie de final antecipada entre duas equipes que, após um início acidentado, começam a mostrar um futebol digno de suas ambições e elencos.

O Manchester United vem arrasando na Inglaterra desde o início de novembro: os 'Red Devils' estão invictos na Premier League desde a 8ª rodada e deixaram o Everton para trás nas quartas de final da Copa da Liga (2-0), somando 9 vitórias e dois empates em onze jogos.

Mas pode não ser suficiente para fazer esquecer a eliminação na Liga dos Campeões após as duas últimas partidas catastróficas da fase de grupos (derrota em casa por 3-1 para o PSG e para o Leipzig na Alemanha por 3-2), embora o Manchester United esteja perto de erguer seu primeiro troféu em território inglês desde seu título da Copa da Liga em 2017.

Para isso, terá que passar primeiro pelo Manchester City, antes da final do dia 25 de abril em Wembley contra o vencedor do duelo entre Tottenham e Brentford (da 2ª divisão), na terça-feira, às 16h45 (pelo horário de Brasília).

"É normal disputar grandes jogos como este, mas seria ainda melhor se começássemos a vencê-los e a conquistar títulos para este clube", disse o capitão do United, Harry Maguire.

Ole-Gunnar Solskjaer, cuja equipe é co-líder da Premier ao lado do Liverpool, não poderá contar com o atacante uruguaio Edinson Cavani para esse 'derby', que vai cumprir um dos três jogos de suspensão por ter publicado palavras consideradas racistas.

- City desfalcado -

Mas se de um lado o técnico norueguês não poderá contar com um de seus artilheiros na vitória das quartas de final sobre o Everton, o treinador do Manchester City, Pep Guardiola, terá de colocar em campo um time sem seis titulares.

Os 'Citizens' foram especialmente atingidos pela pandemia do coronavírus, que afetou Kyle Walker, Gabriel Jesus e os espanhóis Ferran Torres e Eric García.

Mas isso não os impediu de vencer o Chelsea (3-1) fora de casa no domingo e assumir a quinta colocação, com um jogo a menos que os dois líderes.

O City é particularmente bom na Carabao Cup (nome oficial da Copa da Liga). Venceu as três últimas edições e não perde nessa competição desde 2016.

United e City já se enfrentaram no ano passado nas semifinais. Os 'Citizens' venceram por 3 a 1 no jogo de ida em Old Trafford e, embora tenham perdido por 1 a 0 na volta, garantiram a vaga na final.

A outra semifinal, nesta terça-feira, é teoricamente menos equilibrada, entre 'Spurs' e Brentford. Um mundo separa os dois clubes de Londres, tanto em números históricos quanto em orçamentos.

Mas o segundo, que disputa sua primeira semifinal de uma Copa nacional, vem crescendo em ritmo acelerado.

O time não subiu para a Premier League por pouco na temporada passada e atualmente ocupa o quarto lugar na segunda divisão.

Mas para o técnico do Tottenham, José Mourinho, este jogo contra o Brentford é "o mais importante" desde que ele assumiu o cargo em novembro de 2019.

"Há muito tempo que este clube espera um novo título", lembrou o treinador português. O Spurs não conquista um título desde a Copa da Liga de 2008.

Programação das semifinais (horário de Brasília):

Terça-feira (16h45): Tottenham - Brentford

Quarta-feira (16h45): Manchester United - Manchester City

str/jr/iga/psr/aam