United busca virada, Borussia em situação tranquila na 'Champions'

AFP
David Moyes, do Manchester United, é visto em coletiva de imprensa em 18 de março de 2014
.

Exibir galeria

Derrotado por 2 a 0 na partida de ida das oitavas de final pelo Olympiakos, o Manchester United buscará nesta quarta-feira uma virada na Liga dos Campeões, enquanto o Borussia Dortmund, que venceu por o Zenit por 4 a 2 na Rússia, não deve ter problemas para avançar.

Os 'Red Devils', que no último domingo sofreram uma derrota humilhante 3 a 0 para o Liverpool em pleno Old Trafford, depositam todas as esperanças que restam nesta temporada numa boa atuação na Liga dos Campeões.

Atual campeão da Premier League, o Manchester United ocupa apenas a sétima posição da competição.

A 'Champions' é a última chance do clube de levantar um troféu nesta temporada, mas poucos apostam na irregular equipe de David Moyes, muito criticado por não conseguir manter o nível dos times montados pelo lendário técnico Alex Ferguson, seu antecessor no comando dos Red Devils.

"Eu sei exatamente a direção para a qual quero levar esta equipe. Nós temos grandes projetos para os próximos anos. É um clube que trabalha a longo prazo. É por isto que assinei um contrato de seis anos", defendeu-se Moyes.

A equipe de Manchester não pode encontrar alívio nas estatísticas, já que conseguiu reverter apenas uma vez uma derrota na partida de ida (em 2007 contra a Roma, perdendo por 2-1 na primeira partida e goleando 7-1 na volta). Nas outras seis ocasiões, acabou eliminado.

"Se nos classificarmos, isto dará moral ao time. Sabemos que estamos numa posição desconfortável. A temporada não tem sido tão boa quanto eu esperava, mas tenho boas ideias que vou colocar em prática quando chegar a hora certa", analisou o treinador escocês.

Jogando novamente em Old Trafford, o United enfrentará um Olympiakos embalado, com jogadores de qualidade, como o argentino Alejandro Domínguez e o costarriquenho Joel Campbell, autores dos gols da vitória grega na partida de ida.

Treinado pelo técnico espanhol Míchel, ex-jogador do Real Madrid, o Olympiakos já garantiu no último sábado o título grego e agora está a um passo de alcançar às quartas de final da maior competição continental pela primeira vez desde 1999.

Na outra partida desta terça-feira, o Borussia Dortmund só precisa fazer o dever de casa em seu estádio para avançar à próxima fase.

Vice-campeão alemão e europeu em 2013, o time comandado por Jurgen Klopp vai sobrevivendo nesta temporada às inúmeras lesões que vem devastando o elenco.

Esta circunstância tirou o Borussia da briga pela Bundesliga, onde se encontra a 23 pontos de distância do Bayern de Munique, após mais uma derrota no último domingo, desta vez para o xará de Moenchengladbach. A equipe, porém, continua viva na Champions.

Marco Reus, um dos jogadores mais importantes da equipe, não se recuperou a tempo de uma lesão muscular e está fora da decisão contra o Zenit.

"Marco não pôde participar do treino e, infelizmente, não estará disponível", explicou o técnico Klopp, na segunda-feira.

Os russos, por outro lado, contam mais do que nunca com a força do atacante da seleção brasileira Hulk, já que precisam vencer por três gols de diferença para garantir uma classificação direta às quartas.

Caso sobreviva às oitavas, o Zenit terá um novo treinador na próxima fase. O clube anunciou nesta terça-feira que chegou a um acordo com o técnico português André Villas Boas, ex-Tottenham.

- Prováveis escalações:

Manchester United: De Gea - Rafael, Vidic, Ferdinand, Evra - Carrick, Giggs - Valencia, Rooney, Kagawa - Van Persie

Olympiakos: Roberto - Salino, Manolas, Marcano, Holebas - N'Dinga, Maniatis, Dominguez - Campbell, Perez, Valdez

Borussia Dortmund: Weidenfeller - Piszczek, Sokratis, Hummels, Schmelzer - Kehl, Sahin - Reus, Mkhitaryan, Grosskreutz - Lewandowski

Zenit São Petersburgo: Lodygin - Criscito, Hubocan, Lombaerts, Anyukov - Witsel, Faizulin, Shatov, Zyryanov - Hulk, Rondon

Exibir comentários (0)
Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar:
  • Rogério Ceni quer jogar até dezembro

    Rogério Ceni quer jogar até dezembro

    Goleiro, de 42 anos, deve jogar mais 12 vezes no Brasileirão antes de parar (Marcello Zambrana/Gazeta Press) Mais »

    Blog do Jorge Nicola - 2 horas 34 minutos atrás
  • LeBron decide na prorrogação, Cavs vencem os Hawks e abrem 3 a 0

    O Cleveland Cavaliers está muito perto de voltar à grande final da NBA. Na noite deste domingo, a franquia de Ohio derrotou o Atlanta Hawks após prorrogação, por 114 a 111,  em casa, e abriu 3 a 0 na série final da Conferência Leste. O destaque foi LeBron James que, após um péssimo início de jogo, terminou como o melhor em quadra ao anotar um triplo-duplo de 37 pontos, 18 rebotes e 13 assistências. O lado negativo da partida ficou por conta da expulsão de Al Horford depois de fazer falta violenta sobre Matthew Dellavedova. Mais »

    Gazeta Press - 3 horas atrás
  • Torcedores do Corinthians insultam Guerrero em aeroporto do Rio

    Alguns torcedores não aceitaram a iminente saída de Paolo Guerrero do Corinthians. O centroavante peruano foi insultado por um grupo de cinco corintianos quando a equipe embarcava no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para retornar a São Paulo após o empate sem gols com o Fluminense deste domingo. Mais »

    Gazeta Press - 4 horas atrás
  • Com direito a ouro, Brasil põe dois cavaleiros em pódio na Bélgica

    O Brasil levou dois cavaleiros ao pódio da principal prova do hipismo neste domingo, o CSI2* de Opglabbeek, na Bélgica. Marlon Zanotelli montando Cavalia conquistou o duplo zero, com o tempo de 31s08 na sua última apresentação, e ficou com a medalha de ouro. André Freire, com Gainsbour DC, fez os dois percursos sem faltas, com tempo de 36s02, terminando sua participação no sexto lugar do pódio. Mais »

    Gazeta Press - 4 horas atrás
  • Dualib destaca “amizade muito gostosa” com Sanchez e defende dívida

    Aos 95 anos, Alberto Dualib voltou a se manifestar publicamente em uma entrevista exclusiva para a TV Gazeta, exibida no programa Mesa Redonda deste domingo. E não polemizou com quem manda no Corinthians atualmente. O ex-presidente fez uma série de elogios a Andrés Sanchez, que o sucedeu e ainda exerce forte influência na gestão de Roberto de Andrade. Mais »

    Gazeta Press - 4 horas atrás