Uniformizada se reúne com diretor do Corinthians para debater 'vaquinha'

LANCE!
·2 minuto de leitura


Representantes da Gaviões da Fiel, principal torcida uniformizada do Corinthians, se reunirão com o Superintendente de Comunicação, Marketing e Inovação do clube, José Colagrossi Neto, na tarde desta quarta-feira (7), no Parque São Jorge.

O principal intuito é a promoção de um financiamento coletivo virtual para que torcedores auxiliem a diretoria sanar a enorme dívida que o Timão possui hoje, chegando próximo a R$ 1 bilhão, sendo R$ 586 milhões a curto prazo.

Essa comissão da organizada já se encontrou com o presidente corintiano Duílio Monteiro Alves, na última quinta-feira (1º).

No papo com o representante máximo do Corinthians, a ideia da "vaquinha" não foi descartada, mas há o intuito do clube em entregar aos contribuintes uma contrapartida, algo que será debatido na reunião com Colagrossi. Além disso, a viabilização e os pontos acerca da campanha também estão em pauta.

Diferentemente da Gaviões, a Camisa 12, outra grande uniformizada corintiana, se posicionou contrariamente ao financiamento na última segunda-feira (5).

Confira na íntegra a nota da torcida:

"Nos últimos dias a história de a fiel fazer uma "vaquinha" para ajudar o clube a sanar as dívidas tem ganhado corpo, tanto entre os torcedores, como na imprensa, inclusive com o apresentador Neto afirmando, equivocadamente, que participaríamos da mesma, o que não é verdade.

Por isso viemos informar que o Camisa 12 não pretende fazer parte desse movimento e explicamos.

Entendemos que boa parte dessa divida foi gerada por gestões nebulosas com gastos muito mal explicados e com anuência de conselheiros que não cobraram como devia.

O Corinthians com mais de 30 milhões de torcedores pelo mundo, pode trabalhar e usar sua marca muito melhor afim de arrecadar mais em diversas frentes.

A atual gestão tem se mostrado mais disposta a colocar as finanças do clube em dia, mas ainda está no início e precisa de muitas outras ações.

Por fim, reforçamos que não estamos nos omitindo a ajudar o clube, incentivamos nossos sócios a associarem no clube, pagamos nossos ingressos tanto em Itaquera quanto fora, consumimos Corinthians tanto em camisas, redes sociais e imprensa. Inclusive já negociamos uma forma de pagar nossos débitos com o clube para diminuir esse déficit".

>> Confira a tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos