Unai e Thiago Silva defendem Neymar de vaias, e desempenho do PSG é exaltado após fazer 8 a 0

Goal.com

Exaltar Neymar, ou questioná-lo? Por mais estranho que seja, foi isso que aconteceu logo depois de o brasileiro fazer quatro gols e dar duas assistências na goleada de 8 a 0 do PSG sobre o Dijon, em confronto válido pela 21ª rodada da Ligue 1 francesa.

Isso porque o camisa 10 foi vaiado por parte da torcida antes e depois de marcar o seu quarto tento. Os torcedores queriam que Cavani batesse o penal para, se convertesse, virar o maior goleador do PSG em toda a história - o uruguaio igualou os 156 tentos de Ibrahimovic. Depois do apito final, Ney deixou o campo cabisbaixo. Abaixo, confira a repercussão da goleada!

Thiago Silva garante: Ney não estava chateado

Neymar PSG Dijon Ligue 1 17012018
Neymar PSG Dijon Ligue 1 17012018
(Foto: Getty Images)

“Eu não acho que ele estava chateado quando saiu, tiveram alguns torcedores contra ele, mas o mais importante foi o resultado final e a vitória. E sobre Edi [Edinson Cavani], o seu recorde vai chegar. Ele faz gols em todos os momentos, ainda faltam vários jogos a serem jogados neste ano. Ele vai bater todos os recordes", afirmou o zagueiro.

Meunier: adversários tremem com Neymar

“O Paris é muito grande, foi muito, muito bom contra essa equipe do Dijon, que infelizmente não conseguiu resistir. Nós fomos perfeitos em uns 95% do jogo hoje. Neymar esbanjou.  Os adversários ficam com um medo psicológico quando Neymar se aproxima do seu perímetro. Ele endurece um pouco do seu jogo, está no Campeonato Francês, que é muito físico”, disse, para o Canal +, o lateral-direito do PSG.

Unai Emery: de olho no Real Madrid e pró-Neymar

Unai Emery PSG Paris Saint Germain conférence de presse
Unai Emery PSG Paris Saint Germain conférence de presse
(Foto: Getty Images)

“O time foi muito regular para fazer os gols, com serenidade e consistência, durante os 90 minutos. Foi uma partida completa, e estamos felizes por isso”, avaliou o treinador, que não conseguiu esconder já estar de olho no Real Madrid, contra quem o PSG duela pelas oitavas de final da Champions League.

“Procuramos  o melhor desempenho para estarmos sempre melhor para os próximos jogos, e contra o Real Madrid. É pensar em cada jogo para crescer”.

Sobre as vaias direcionadas a Neymar, o treinador defendeu o camisa 10: “Nós temos muitos jogadores excelentes, nosso líder em campo É Neymar (...) Acho que o time fica melhor com ele”, explicou, antes de também exaltar Cavani.

“É o nosso artilheiro, e ele melhorou muito aqui. A equipe o ajudou a alcançar essa estatística individual. Depois disso, acho que o Neymar bateu o pênalti hoje porque também foi um dia bom para ele. Estamos felizes, mas Cavani terá muitas chances de bater essa marca”.

Treinador do Dijon lamenta: “estamos muito envergonhados”

“Parecia que meninos enfrentavam adultos. Estamos longe de estarmos orgulhosos, estamos muito envergonhados pelo que aconteceu nesta noite (...) Levamos uma lição, precisamos lembrar disso”, afirmou Olivier Dall'Oglio.

 

Leia também