Uma figura chamada Daniel Piquerez: LANCE! passa o dia em Montevidéu com o pai do lateral do Palmeiras

·3 min de leitura


A cobertura de um evento da magnitude de uma final única de Libertadores em outro país tem das suas peculiaridades, entre elas conhecer personagens únicos, que rendem histórias inesquecíveis. Um deles é o uruguaio Daniel Piquerez, sim, o pai de Joaquín Piquerez, lateral-esquerdo do Palmeiras (em breve uma matéria no LANCE!). A reportagem passou um dia com essa "figura" em Montevidéu e descobriu como ele está curtindo a "hinchada" do Verdão.

TABELA
> Relembre a tabela da Libertadores-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja opiniões de 10 nomes do esporte sobre quem leva a Libertadores

Desde antes de chegar na capital do Uruguai, a ideia era fazer um material especial com o único jogador "da casa" do elenco alviverde, mas em contato com Daniel Piquerez, descobriu-se uma pessoa muito diferente do "normal", que tem virado quase uma celebridade com reportagens em outros veículos e entre palmeirenses, que o procuram nas redes sociais para conversar.

E já é possível dizer: ele está curtindo muito tudo isso. Em sua casa, mais precisamente em sua coleção particular de camisas de futebol, pudemos ver muitas peças verdes em meio àquelas pretas e douradas do Peñarol, seu clube do coração. Entre os itens alviverde há dois que chamam a atenção: o uniforme de jogo de Felipe Melo e Gustavo Gómez, que foram pedidos ao filho e prontamente entregues pela dupla que é referência no elenco atual.

Quando está em São Paulo, a convivência com os brasileiros já é quase como de um cidadão paulista, brincando com funcionários do condomínio em que Joaquín mora, ou com os palmeirenses na rua que encontra em seus afazeres pela cidade, que vão desde restaurantes até resolução de questões mais burocráticas, tudo para o filho não ter preocupações fora de campo.

Não é à toa que alguns amigos palmeirenses que fez no Brasil estão vindo para Montevidéu para assistir à decisão da Libertadores para ficar em sua casa. A identificação com o clube parece ser a melhor possível e a reportagem do LANCE! pôde vivenciar isso durante um "tour" pela capital uruguaia.

Ao avistar um torcedor com a camisa do Flamengo, o que tem sido bastante comum, Daniel abriu a janela do carro e disparou em alto e bom espanhol "Flamengo não! Tem que torcer para o Palmeiras". Os flamenguistas encararam a brincadeira com naturalidade e deram risada do acontecido.

Mais tarde, andando na rua, nos deparamos com uma dupla de palmeirenses vestindo a camisa do clube. Daniel então foi em direção dos torcedores e pediu para tirar uma foto. Depois disso, em tom de brincadeira, perguntou se sabiam quem era ele, mas nem Marcelo Groba, nem Pedro Fasano descobriram. Por via das dúvidas, pediram mais fotos, já que poderia ser algum famoso.

Depois de Daniel dar as dicas, os dois mataram a charada e ficaram perplexos aos descobrirem com quem estavam falando naquele momento. Ambos não sabiam o que fazer, começaram a parabenizar o pai de Joaquín, elogiar o futebol do filho e entoaram palavras "de ordem" da torcida palmeirense.

E essa interação promete ser ainda maior nos próximos dias, já que Daniel revelou que vai querer se encontrar com os grupos de palmeirenses pela cidade de Montevidéu. Então, se caso você torcedor trombar com um uruguaio empolgado pela festa alviverde, pode ser justamente o pai de Piquerez.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos