Uma defesa sólida: o que o Flamengo pode esperar do Atlético-PR nesta quarta

Se por um lado o Flamengo entra com certa pressão pra cima do Atlético-PR no duelo desta quarta-feira(12), pela Copa Libertadores da América, o Furacão chega com vários problemas, entre eles os desfalques de Felipe Gedoz, Otávio e Pablo.

Otávio é um dos principais jogadores do sistema de Paulo Autuori, ele foi titular nos seis jogos do Furacão até aqui e é considerado o dono da posição. Outro grande nome que pode ficar de fora é Lucho Gonzales, experiente o argentino vem se destacando na Libertadores como líder da equipe.

Mesmo com os desfalques, Fernando Freire, setorista do Furacão no Globoesporte.com, acredita que a equipe chega com moral para seguir entre os dois primeiros do grupo 4.

"O Atlético-PR chega com a moral alta após ter vencido o San Lorenzo na Argentina. O Furacão que tinha empatadocom a Católica em casa na estreia, busca seguir entre os dois melhores do grupo. Para isso, porém, terá que superar os desfalques. O meia-atacante Felipe Gedoz e o atacante Pablo, por exemplo, estão suspenso. Além disso, jogadores como o volante Otávio e o meia Carlos Alberto devem ficar de fora por questões médicas".

Lucho Gonzalez Atletico-PR Universidad Catolica Copa Libertadores 07032017

(Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Se no ataque o Atlético-PR terá alguns problemas, a equipe de Paulo Autuori pode se apegar ao sistema defensivo para sair do Maracanã com um bom resultado. Fernando Freire alerta para boa fase vivida pela zaga do Furacão.

"Com desfalques no setor ofensivo, o Atlético-PR pode contar com um trunfo para segurar o Flamengo no Maracanã: sua defesa. O setor, em alta desde 2016, é o ponto forte do time comandado por Paulo Autuori".

Foram oito gols sofridos em 10 jogos da equipe titular nesta temporada. No ano passado, o Furacão já tinha levado apenas 32 em 38 jogos no Campeonato Brasileiro. Um sistema defensivo bem postado, diga se de passagem, é um terror para os cariocas que tiveram dificuldades para sair do 0 a 0 contra o Vasco no último sábado, por exemplo. 

Jonathan David Mendieta Atlético-PR Deportivo Capiata Copa Libertadores 15022017

(Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Milton Mendes armou o time para segurar o resultado em 0 a 0 e conseguiu. Com pouca criatividade, o Flamengo abusou das bolas alçadas na área e não teve sucesso com a zaga alta do Cruzmaltino. Por tanto, time de Zé Ricardo vai precisar trabalhar em cima de um adversário mais fechado para conseguir furar a defesa atleticana. Caso contrário, a pressão vai ficar ainda mais forte no clube da Gávea.

O Flamengo recebe o Atlético-PR nesta quarta-feira(12), às 21h45(horário de Brasília), a partida é válida pela terceirar rodada do grupo 4 da Copa Libertadores da América.