De um vestiário para outro: como James lida com os novos companheiros

Desde que anunciou a sua transferência para o Bayern de Munique por empréstimo, James Rodriguez sofreu um processo de mudança constante, onde a adaptação ao idioma e a cidade parecem ter sido os maiores desafios que o jogador enfrentou a nível pessoal.

Para ninguém é segredo que o vestiário do Real Madrid era uma espécie de família para o colombiano, que compartilhava suas férias e dias livres com Marcelo, Keylor e o próprio Cristiano Ronaldo, que o pediu para permanecer em Madrid.

Sua chegada a Alemanha levantou dúvidas sobre como o seu relacionamento com o vestiário, uma vez que 60% fala a língua nativa, e o espanhol parece ser apenas falado por Thiago e Vidal. No entanto, tudo parece indicar que a língua não foi um obstáculo para James que fala com o futebol.

Uma amostra são as declarações do seu treinador Carlo Ancelotti e seus companheiros de equipe após a vitória sobre o Schalke por 3 a 0.

"James jogou muito bem, embora não esteja 100% fisicamente", afirmou o técnico.

JAMES RODRIGUEZ BAYERN MÜNCHEN GERMAN BUNDESLIGA 19092017


Foto: Getty Images

"Jogou muito bem, com ele temos outras opções. Toda a equipe está feliz por contar com ele", apontou Lewandowski.

Por último, Muller também felicitou James: "Fez um bom jogo, teve bons momentos no ataque e tomou as melhores decisões", finalizou.