UFC Japão: Brasileiros cumprem obrigação, mas japonês fica acima do limite em pesagem

Os 22 atletas que farão parte do card do UFC Japão tiveram um de seus compromissos mais temidos na manhã desta quinta-feira (21): enfrentar a balança. Em um shopping localizado na cidade de Saitama, todos os lutadores tiveram que se pesar para confirmar seus confrontos, e os quatro representantes brasileiros não tiveram grandes problemas, mas um atleta local não pode dizer o mesmo.

No duelo que colocará frente a frente duas brasileiras, Claudinha Gadelha (52,2 kg) ficou um pound abaixo do atingido por Jéssica ‘Bate-Estaca’ (52,6 kg). No entanto, as duas cumpriram com a obrigação de ficar no limite da divisão dos palhas.

Jussier ‘Formiga’, que encara Yuta Sasaki pela categoria dos moscas, cravou 57,2 kg. E completando a legião brasileira no Japão, Henrique Frenkstein atingiu os 93,4 kg dos meio-pesados. Ele medirá forças com Gokhan Saki.

A surpresa desagradável ficou por conta do atleta da casa Mizuto Hirota. O peso-pena ficou quase dois quilos acima do limite de 66,2 kg de sua categoria e cravou 68 kg. Ele será multado e enfrentará Charles Rosa.

Vale destacar também a luta principal da noite. Substituindo o machucado Maurício ‘Shogun’, Yushin Okami subiu duas categorias para enfrentar Ovince St. Preux. Com isso, o japonês sobrou na pesagem e atingiu a marca de 92,3 kg, mais de um quilo abaixo dos 93,4 kg da categoria e também do peso atingido pelo seu oponente.

O UFC Japão tem previsão de começar às 20h30 (horário de Brasília) desta sexta-feira (22) para o Brasil. As lutas do card principal devem começar a partir das 23h.