UFC 283: Glover Teixeira é derrotado por Jamahal Hill e anuncia aposentadoria

Glouver não teve uma grande atuação diante do norte-americano (Foto: MAURO PIMENTEL/AFP)

Glover Teixeira foi valente e resistiu até o último round, mas até mesmo um dos maiores nomes da história do UFC não foi capaz de superar o tempo e acabou derrotado pelo norte-americano Jamahal Hill, por decisão unânime. Os cinco rounds disputados no Rio de Janeiro, seriam os últimos da carreira do brasileiro, que após o combate anunciou a sua aposentadoria.

Aos 42 anos de idade, Glover poderia ter se tornado o lutador mais velho a ficar com o cinturão do Ultimate. Glover estreou no MMA em 2002, mas somente chegou ao UFC em 2012, aos 32 anos. Na companhia foram , ao todo, 16 vitórias e 7 derrotas, em 33 combates.

Leia também:

Shogun também se aposentou

Aos 41 anos de idade, a lenda do MMA, Mauricio Shogun “Rua”, se despediu do UFC com derrota. O curitibano foi superado pelo uraniano Ihor Potieria, neste sábado, no Rio de Janeiro, no primeiro round do combate. Foram mais de duas décadas de sua vida dedicas as artes marciais.

Aclamado do início ao fim, o lutador iniciou o combate contra o ucraniano de maneira cautelosa. Aos poucos foi soltando a mão pesada no rosto do adversário, cada golpe certeiro era aclamado pelos torcedores.

Nem a queda desajeitada após receber um golpe no rosto, no início do primeiro round, tirou a empolgação dos torcedores. Os fãs entoavam em diversos momentos o nome do veterano. Além do tradicional grito de "Uh, vai morrer".

No entanto, o fator físico voltou a pesar contra o veterano, que viu o seu desempenho cair. Se aproveitando disso, Potieira partiu para cima do brasileiro e conseguiu encaixar diversos golpes. Rua até tentou se manter de pé, mas não se manteve por muito tempo. No chão, foi presa fácil para o ucraniano, que saiu vencedor do confronto por nocaute técnico.

- Galera, desculpa! Eu queria encerrar minha carreira com uma vitória para vocês. Dei meu máximo, mas infelizmente não consegui. Eu paro aqui hoje, pessoal. Eu estou cansado, luto há 21 anos, estou no UFC há 16. Obrigado, UFC, por tudo. Obrigados, meus fãs, vocês sempre foram meu maior combustível - disse Shogun após a luta.

Shogun teve cartel de 27 vitórias, 14 derrotas e um empate na carreira.