UFC 247 pode marcar despedida de Jon Jones dos meio-pesados

AgFight

No UFC 247, programado para este sábado (8), Jon Jones tentará realizar sua 11ª defesa de cinturão bem-sucedida nos meio-pesados (93 kg), e talvez a última delas. Soberano e sem rivais à altura na categoria, o campeão enfrenta no card com sede no Texas (EUA) possivelmente sua última real ameaça na divisão: Dominick Reyes, invicto em sua trajetória no MMA profissional. No entanto, em caso de nova vitória do campeão sobre o desafiante, poderemos ver ‘Bones’ migrar para os pesos-pesados em busca de novos desafios.

Já consolidado como o maior meio-pesado de todos os tempos e apontado por parte da imprensa como o melhor lutador da história, Jones coleciona vitórias sobre verdadeiras lendas do esporte. O currículo invejável faz com que os atuais rivais do americano não criem o mesmo êxtase nos fãs de MMA em querer assistir o campeão dentro dos octógonos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Desta forma, Reyes pode vir a ser o último degrau da trajetória de Jon em sua divisão de origem. Caso o desafiante não seja páreo para o campeão – assim como nenhum foi até o momento -, a pressão por novos desafios na carreira de Bones aumentará ainda mais. E o próprio ‘rei dos meio-pesados’ já afirmou que subiria de categoria caso fosse de interesse dos torcedores. Além disso, Jones abriu as portas para uma eventual ‘superluta’ diante de Stipe Miocic, campeão peso-pesado do UFC, no futuro.

Portanto, podemos presenciar o fim de uma era neste sábado – e o possível início de outra. E caso essa nova empreitada seja concretizada com o mesmo sucesso, Jones se consolidaria de vez como um dos maiores artistas marciais de todos os tempos, senão o maior.

Além do duelo entre Jones e Reyes, que servirá como luta principal do UFC 247, o card em Houston (EUA) também conta com outra disputa de cinturão. Tão dominante quando o americano, Valentina Shevchenko defende seu reinado nos pesos-moscas (57 kg) diante da desafiante e ‘azarona’ Katlyn Chookagian. A atleta do Quirguistão vai em busca de sua terceira defesa de cinturão consecutiva.

Soberana na divisão dos moscas, ‘Bullet’, como é conhecida, não descartou a possibilidade de enfrentar Amanda Nunes pela terceira vez no futuro. As duas – consideradas como as melhores atletas da atualidade – já mediram forças em duas oportunidades, com vantagem para a brasileira, em confrontos bastante disputados e polêmicos.

O show do sábado também conta com um brasileiro em ação. Antonio Arroyo faz sua segunda luta na companhia a fim de apagar a primeira má impressão deixada com a derrota em seu debute no Ultimate. O peso-médio paraense enfrenta Trevin Giles em duelo que encerrar o card preliminar do evento.

Leia também