Uefa suspende dirigente de time do Azerbaijão por mensagem de ódio contra armênios

·2 minuto de leitura
Lance da partida entre Qarabag e Villareal pela segunda rodada do Grupo I da Liga Europa
Lance da partida entre Qarabag e Villareal pela segunda rodada do Grupo I da Liga Europa

A Uefa anunciou nesta quarta-feira a suspensão de um dirigente do clube Qarabag, do Azerbaijão, que está sob investigação disciplinar devido a uma mensagem odiosa contra os armênios, citando o conflito armado entre os dois países pela posse da região de Nagorno-Karabakh.

Nurlan Ibrahimov, responsável pela comunicação do Qarabag, será "provisoriamente proibido" a partir desta quarta-feira "de exercer qualquer atividade relacionada com o futebol com aplicação imediata", até que a comissão disciplinar da Uefa "se pronuncie sobre o mérito do caso", informou a entidade responsável pelo futebol europeu em um comunicado.

Desde a segunda-feira, a Uefa tem investigado a possível violação por Ibrahimov de duas das regras internas da entidade, "as regras básicas de conduta digna" e a proibição "de toda conduta racista ou discriminatória".

A Federação Armênia de Futebol (FFA) exigiu no sábado a exclusão do Qarabag das competições europeias, afirmando que seu oficial de comunicação pediu "para matar todos os armênios, jovens e velhos, sem distinção."

"Ele também justificou o fato de a Turquia ter cometido um genocídio armênio" em 1915 e 1916, destacou a FFA em um comunicado.

"Ibrahimov já apagou sua mensagem, mas centenas de usuários conseguiram visualizá-la e copiá-la", de acordo com a FFA, que lembrou ter feito várias reclamações sobre vários dirigentes do futebol azerbaijanos à Fifa e Uefa em outubro.

Nos dois primeiros jogos do grupo I da Liga Europa, o Qarabag perdeu fora de casa para o Maccabi Tel-Aviv (1-0) e como mandante diante do Villarreal (3-1).

O clube do Azerbaijão, que disputa seus jogos pelo torneio continental no estádio do turco Sivasspor, foi fundado em 1951 na cidade de Aghdam, localizada na região de Nagorno-Karabakh e agora abandonada.

Devido à anexação dessa região pela Armênia em 1993, o Qarabag joga desde então em Baku, capital do Azerbaijão.

cfe/kau/psr/lca