Uefa pede que Ucrânia retire slogan "político" de camisa antes da Euro

·1 minuto de leitura
Ukrainian President Volodymyr Zelenskiy poses in Ukraine soccer kit

(Reuters) - Entidade reguladora do futebol europeu, a Uefa disse à Ucrânia nesta quinta-feira que o país pode manter um mapa que inclui a Crimeia em sua camisa, apesar das objeções da Rússia, mas que precisa retirar a frase "Glória aos heróis!" devido às suas conotações militares.

O uniforme da Ucrânia, que esta deve usar no Campeonato Europeu, atiça rivalidades com Moscou porque inclui um mapa delineado que mostra a península da Crimeia, que a Rússia anexou em 2014, mas que continua sendo reconhecida internacionalmente como parte da Ucrânia.

Um slogan nas costas diz "Glória à Ucrânia!", enquanto dentro da camisa estão as palavras "Glória aos heróis!", uma saudação militar no país.

A Uefa disse que o mapa não é problema, já que reflete fronteiras reconhecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), nem a frase "Glória à Ucrânia!".

Mas a entidade ordenou a retirada da segunda frase, dado que "a combinação específica dos dois slogans é considerada de natureza claramente política, tendo significado histórico e militarista", disse um comunicado da Uefa.

A Ucrânia diz que o uniforme é um símbolo de união nacional, e seu presidente, Volodymyr Zelenskiy, publicou uma selfie no Instagram na qual aparece com a camisa.

Segundo uma citação do site de notícias ucraniano Vesti.ua, é provável que a seleção acate as exigências da Uefa.

"O mais provável é que o uniforme seja modificado", disse o porta-voz Mykola Vasilkov, de acordo com uma citação.

As relações entre Moscou e Kiev se deterioraram acentuadamente após a anexação da Crimeia e o início de uma rebelião separatista com apoio russo no leste da Ucrânia no mesmo ano.

(Por Manasi Pathak em Bengaluru e Maria Kiselyova em Moscou; reportagem adicional de Olzhas Auyezov)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos