Uefa nega pedido para tocar ao vivo canção que diz que futebol está voltando para casa na final da Euro

·1 minuto de leitura

(Reuters) - O cantor Frank Skinner, da música "Three Lions", que diz que o futebol está voltando para casa na Inglaterra, afirmou que a Uefa se opôs à ideia de que ele e David Baddiel cantem a popular canção antes da final da Eurocopa de domingo entre Inglaterra e Itália em Wembley.

A música, lançada em 1996, ressuscitou nos últimos anos, graças à melhora da seleção inglesa, subindo nas paradas com torcedores cantando a letra quando o time de Gareth Southgate chegou à semifinal da Copa do Mundo de 2018.

O grudento verso "Football’s Coming Home" tornou-se o hino de fato dos torcedores ingleses, e Skinner afirmou que houve a sugestão de que ele tocasse em Wembley antes da final.

"A Uefa disse que seria muito partidário e injusto com os italianos fazer isso", teria dito Skinner, segundo a Sky Sports, no talk show britânico "The Last Leg".

"No jogo de abertura, Itália contra Turquia, Andrea Bocelli cantou ‘Nessun Dorma’ antes do jogo."

A Uefa confirmou que recebeu o pedido na sexta-feira, mas se recusou porque a programação da cerimônia de fechamento já havia sido finalizada.

"Nenhum elemento extra pode ser integrado neste momento devido à agenda muito rígida e as complexidades operacionais antes do pontapé inicial", disse um porta-voz da Uefa à Reuters via e-mail.

"A música 'Three Lions' é a música da torcida escolhida pela Federação Inglesa e será tocada durante o aquecimento dos jogadores, como aconteceu em jogos anteriores da Inglaterra."

(Reportagem de Rohith Nair em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos