Uefa diz que VAR teve 100% de acerto na Eurocopa, incluindo em pênalti de Sterling na semifinal

·2 minuto de leitura


Depois do fim da Eurocopa, vencida pela Itália nos pênaltis no último domingo, sobre a Inglaterra, a Uefa disse que a equipe de arbitragem na competição trabalhou muito bem. Segundo a entidade, em um encontro virtual nesta quarta-feira, o VAR acertou em todas as 18 vezes que foi acionado.

+ Veja a classificação final da Eurocopa


Lance mais polêmico da competição de seleções, o pênalti sofrido por Sterling na semifinal, contra a Dinamarca, também foi acertado na visão da Uefa. Chefe de arbitragem da entidade, o italiano Roberto Rosetti disse que o juiz Danny Makkelie acertou em sua marcação e que o VAR fez bem ao não intervir.

- Não foi um escândalo, foi um lance discutível. Não temos segredos. Makkelie viu que o número 5 (o dinamarquês Joakim Maelhe) não acertou a bola, ele viu um contato claro entre as pernas. Podemos discutir o lance, mas o ponto é que ele viu. Podemos falar sobre a intensidade do contato. Queremos que os árbitros fiquem no centro e o VAR tem que ter muito cuidado - disse Rosetti.

- Estamos falando de um esporte em que há muito cinza, não só preto e branco. São muitas situações limítrofes. O VAR não é perfeito, pode esquecer. Sempre teremos o debate. Mas se começarmos a controlar todos os tipos de situações com VAR, vamos criar uma grande confusão. Pênaltis podem mudar o resultado de uma partida. Não quero pênaltis leves. Nessa situação, houve uma ação clara do defensor, um claro impacto joelho com joelho - completou.

+ Messi? CR7? Kanté? Mostramos o cenário na briga pelo prêmio de melhor do mundo

A Eurocopa registou menos faltas em comparação com a edição da França, em 2016 (176 infrações a menos), mais minutos de jogo efetivo (2 minutos e 21 segundos a mais), menos cartões amarelos (31 a menos), mas mais vermelhos (6 contra 3 em 2016) e mais pênaltis (17 contra 12 em 2016).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos