Uefa confirma candidatura da Alemanha e Turquia para Euro-2024

(Arquivo) Sede da Uefa, em Nyon, Suíça

A Uefa confirmou nesta quinta-feira as candidaturas da Alemanha e Turquia para a Eurocopa de 2024, que terá a sede escolhida em setembro de 2018.

Ambos os países, que confirmaram o interesse há algum tempo, esperaram até a última sexta-feira para oficializar as candidaturas.

"Temos duas candidaturas muito sólidas e o comitê executivo da Uefa terá uma decisão difícil a tomar", declarou Theodore Theodoridis, secretário-geral da Uefa, citado no comunicado, prometendo um processo de candidatura "transparente".

Já candidata a sediar a edição de 2020 da competição, a Turquia retirou a candidatura para se concentrar em 2024.

En final de fevereiro, quatro países nórdicos (Dinamarca, Suécia, Finlândia, Noruega) que desejavam apresentar uma candidatura em comum renunciaram.

Os dossiês deverão ser entregues até 27 de abril de 2018 e o país-sede será escolhido em setembro de 2018.

Após a Euro-2016, organizada na França e vencida por Portugal, a Euro-2020 será sediada em treze cidades da Europa, com as semifinais e a final sendo jogadas no estádio de Wembley, em Londres.

Caso a Turquia for escolhida pela Uefa para 2024, será o maior evento esportivo já sediado pelo país, que já postulou três vezes para organizar uma Eurocopa.

Já a Alemanha não sedia a Euro desde 1988. Nesta época, o torneio era disputado com oito equipes e a Alemanha era dividida em dois países (RFA e RDA comunista), separados pelo muro de Berlim. A Holanda derrota a União Soviética naquela final (2-0).

A última competição esportiva organizada na Alemanha foi a Copa do Mundo-2006.