Uefa confirma Budapeste como sede do jogo 'Gladbach'-City pelas oitavas da Champions

·2 minuto de leitura
O Manchester City vai enfrentar o Borussia Moenchengladbach em um estádio neutro, em Budapeste, quando a Liga dos Campeões for retomada no final deste mês

O jogo de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões, que aconteceria no dia 24 de fevereiro em Mönchengladbach, entre o Borussia e o Manchester City, será transferido para Budapeste, anunciou a Uefa nesta segunda-feira.

"A Uefa pode confirmar que o jogo de ida das oitavas-de-final entre o Borussia Mönchengladbach e o Manchester City FC será agora disputado na Puskás Aréna, em Budapeste", afirmou o tribunal em um comunicado.

O horário da partida permanece o mesmo, às 17h (de Brasília), de acordo com a entidade.

"Temos que presumir que a proibição de viagens de passageiros do Reino Unido para a Alemanha, que está em vigor até 17 de fevereiro, será prorrogada e que a equipe do Manchester City não receberá permissão especial para viajar para Moenchengladbach", disse o presidente do Borussia, Stephan Schippers.

"Chegamos a esta decisão com base em várias conversas com as autoridades relevantes, políticos, a DFL (liga alemã) e a Uefa na semana passada", acrescentou.

No domingo, a Uefa já havia anunciado a transferência da sede do duelo RB Lepizig-Liverpool do dia 16 de fevereiro para a capital húngara.

Essas medidas foram adotadas depois que o governo alemão decidiu, na semana passada, proibir as companhias aéreas de transportar para seu território pessoas de áreas afetadas por mutações do coronavírus, com exceção de cidadãos alemães ou residentes na Alemanha.

Esse regulamento vigorará pelo menos até 17 de fevereiro e afeta a Grã-Bretanha, onde se desenvolveu uma variante do coronavírus, muito mais contagiosa.

O jogo do City em Mönchengladbach era posterior a essa data. O diretor do Borussia, Max Eberl, explicou na última sexta-feira que o clube alemão procurava um local para disputar a partida.

O regulamento da Uefa estipula que a equipa anfitriã deve assegurar o bom desenrolar do jogo e que, em caso de necessidade, deve encontrar um estádio alternativo ao seu. Caso contrário, a partida é perdida pelo resultado de 3 a 0.

As mudanças de locais não afetam apenas a Champions, mas também a Liga Europa: o jogo de ida que a equipe norueguesa do Molde e a alemã do Hoffenheim deveriam disputar no dia 18 de fevereiro será no Estadio de la Cerámica do Villarreal (Espanha) já que o governo do país nórdico fechou as fronteiras aos não residentes.

Estas medidas não representam um perigo neste momento para as competições europeias disputarem as tradicionais partidas de ida e volta.

Na temporada passada, após o confinamento generalizado na Europa e devido à impossibilidade de disputar os duelos de mata-mata normalmente, os dois torneios acabaram sendo decididos em uma fase final com oito times, com confrontos em jogo único.

bpa/chc/mcd/aam