Uefa adia reunião sobre Eurocopa em meio a dúvidas de algumas sedes

AFP
A reunião do comitê executivo da UEFA para o Euro-2020, originalmente agendada para 27 de maio, foi adiada para 17 de junho
A reunião do comitê executivo da UEFA para o Euro-2020, originalmente agendada para 27 de maio, foi adiada para 17 de junho

A Uefa decidiu adiar sua reunião do comitê executivo marcada para o dia 27 de maio como resultado de "alguns negócios inacabados" relacionados a "um pequeno grupo" de sedes da Euro-2020, adiada para o verão europeu de 2021, anunciou a entidade nesta segunda-feira em um comunicado.

A Confederação Europeia especificou que a reunião será realizada em 17 de junho "devido à existência de algumas questões pendentes em relação a um pequeno número de locais propostos para a reorganização da Eurocopa no próximo ano", segundo o texto publicado pela organização.

No dia 17 de março, a Uefa anunciou um adiamento de um ano do torneio continental de seleções como resultado da nova pandemia de coronavírus.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A competição, que mantém seu nome oficial de Eurocopa-2020 para a organização, será realizada de 11 de junho a 11 de julho de 2021.

A 16ª edição da Eurocopa está programada para ocorrer em 12 cidades de 12 países europeus, com uma partida de abertura em Roma, na Itália, e a fase final em Londres, na Inglaterra, dois dos países europeus mais afetados pela pandemia.

Mas a reorganização do campeonato parece trazer problemas para algumas cidades-sede.

"A ideia é que continuemos nas mesmas cidades. Conversamos com nove delas e tudo está resolvido. Mas com outras três, temos alguns problemas", admitiu o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, na semana passada, em entrevista ao canal beIN Sports.

"Vamos continuar as negociações e, a princípio, manteremos (a Euro) em 12 cidades. Caso contrário, estamos dispostos a fazê-la em seis, oito ou nove sedes", acrescentou.

Leia também