Uefa abre processo e pode punir Real Madrid, Barcelona e Juventus por Superliga

·1 minuto de leitura
MANCHESTER, ENGLAND - MAY 10: The club badges of the three remaining clubs in the European Super League Real Madrid, Juventus and Barcelona on their first team home shirts on May 10, 2021 in Manchester, United Kingdom. (Photo by Visionhaus/Getty Images)
Foto: Visionhaus/Getty Images

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Uefa anunciou nesta terça-feira (25) que abriu um processo disciplinar contra Real Madrid, Barcelona e Juventus, clubes que seguem filiados à Superliga. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

O Comitê de Ética e Disciplina da entidade que comanda o futebol europeu entende que a permanência dessas instituições na fracassada Superliga significa uma "potencial violação ao quadro jurídico" da Uefa, e portanto é passível de sanções. 

Leia também:

No último dia 7 de maio, a Uefa informou que os outros nove clubes fundadores da competição haviam se desfiliado do grupo. São eles: Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester United, Manchester City e Tottenham, da Inglaterra; Milan e Inter de Milão, da Itália; e o Atlético de Madrid, da Espanha. 

A punição ao trio poderia ser a exclusão de competições organizadas pela Uefa. Os três, inclusive, estão classificados para a próxima edição da Champions League. 

Chelsea e Manchester City, que faziam parte do projeto, decidem a competição europeia no próximo sábado (29). O Manchester United, outro que estava envolvido na Superliga, disputa a final da Europa League nesta quinta (27), contra o espanhol Villarreal. 

Presidente do Real Madrid e também da Superliga, Florentino Pérez é o maior entusiasta do projeto e se recusa a abandonar a ideia de criar uma liga dissidente que conte apenas com os poderosos da Europa. 

Outro entusiasta da Superliga é Andrea Agnelli, mandatário da Juventus e um dos vices de Florentino Pérez na competição. Agnelli chegou a abandonar a presidência da Associação Europeia de Clubes para se juntar ao projeto, que não decolou e ainda causou a ira de torcedores dos clubes envolvidos. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos