Uefa abre processo disciplinar contra Real, Barcelona e Juventus por Superliga

·1 minuto de leitura
Logo da Uefa antes de entrevista coletiva na sede da entidade em Nyon, na Suíça

(Reuters) - A Uefa anunciou nesta terça-feira ter aberto um processo disciplinar contra Real Madrid, Barcelona e Juventus por causa da tentativa de lançar uma Superliga separatista.

Os clubes são os únicos três dos 12 originais que não se afastaram do projeto após uma série de críticas.

"Após uma investigação conduzida pelo comitê de ética e disciplina da Uefa em conexão com o projeto da chamada 'Superliga', foi aberto um processo disciplinar contra Real Madrid, Barcelona e Juventus por uma potencial violação do marco jurídico da Uefa", disse a entidade que controla o futebol europeu.

"Mais informações serão disponibilizadas oportunamente."

A Superliga foi lançada com 12 clubes como membros fundadores, mas nove deles --Manchester United, Liverpool, Manchester City, Chelsea, Tottenham Hotspur, Arsenal, Milan, Inter de Milão e Atlético de Madri-- desistiram e chegaram a um acordo com a Uefa.

(Reportagem de Simon Jennings em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos