Uefa abre processo disciplinar contra a Inglaterra por conta de confusões na final da Eurocopa

·1 minuto de leitura


A Uefa anunciou nesta terça-feira que abrirá um processo disciplinar para apurar as confusões no Estádio de Wembley no último domingo, na final da Eurocopa, vencida pela Itália nos pênaltis. Problemas foram relatados antes, durante e após a partida na capital inglesa.

+ Veja a classificação final da Eurocopa


As acusações que serão analisadas pela entidade europeia são: invasão de campo por torcedores britânicos; arremesso de objetos no gramado; desordem durante o hino nacional; e uso de fogos de artifício por torcedores ingleses. Antes da partida, brigas e tentativas de invasão ao estádio foram registradas.

+ Aplicativo "LANCE! Resultados" está disponível para Android e iOS. Baixe agora!

- O caso será tratado pelo Órgão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa na devida altura. Separadamente, um Inspetor de Ética e Disciplina da Uefa foi nomeado para levar a cabo uma investigação disciplinar sobre os eventos ocorridos que envolveram torcedores dentro e fora do estádio - disse a Uefa.

+ Termômetro da Seleção: veja quem decepcionou e quem ganhou pontos durante a Copa América

O governo britânico liberou cerca de 70% da capacidade do Estádio de Wembley para a final do último domingo, ou seja, aproximadamente 60 mil pessoas. As regras de distanciamento do lado de fora da arena foram desrespeitadas e muitos não usaram máscaras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos