UEFA abre investigação contra Ibrahimovic e punição pode tirá-lo da Eurocopa; entenda

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Fim da carreira? Na semana passada, Zlatan Ibrahimovic teve seu contrato renovado com o Milan por mais uma temporada. Agora, o atacante sueco de 39 anos está sendo investigado pela UEFA e pode sofrer graves punições, incluindo uma suspensão de até três anos.

Em meados de abril, o veterano astro do futebol teria se associado ao site de apostas Bethard.com. Nesta segunda-feira (26), a entendida máxima do futebol europeu anunciou que abriu investigações sobre o assunto, visto que há uma cláusula que reprova esse tipo de vínculo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"De acordo com o artigo 31 do Código Disciplinar da Uefa, o inspetor de Ética e Disciplina foi indicado hoje para conduzir uma investigação sobre uma potencial violação do Código Disciplinar pelo senhor Zlatan Ibrahimovic, por um suposto interesse financeiro em uma companhia de apostas. Mais informações sobre o caso estarão disponíveis no tempo devido", informou a UEFA através de comunicado.

Vale ressaltar que o artigo 12 do Código Disciplinar da entidade proíbe que jogadores profissionais "participem direta ou indiretamente de apostas ou atividades similares relacionadas a jogos de competição ou com quem tenha interesse financeiro direto ou indireto em tais atividades".

Caso seja considerado culpado, Ibrahimovic terá dois cenários pela frente: A) Suspensão por até três anos, inviabilizando seu retorno aos gramados; ou B) Punições menores, que poderiam tirá-lo da Eurocopa - disputada entre junho e julho.

Ibrahimovic voltou à Seleção Sueca após cinco anos afastado. | Michael Campanella/Getty Images
Ibrahimovic voltou à Seleção Sueca após cinco anos afastado. | Michael Campanella/Getty Images

Outros atletas já foram punidos

No fim de 2020, Kieran Trippier, do Atlético de Madrid, foi suspenso pela Federação Inglesa (FA) por 10 semanas, após ter informado seus amigos sobre uma iminente transferência do Tottenham ao time espanhol. A atitude quebrou as regras de conduta disciplinar da FA e acarretou punição.

Daniel Sturridge foi suspenso por quatro meses após comentar com amigos e parentes sobre sua saída do Liverpool, em 2018.