Ucraniano Pyatnytsya, positivo em Londres-2012, terá que devolver medalha

AFP
(Arquivo) O ucraniano Oleksandr Pyatnytsya, em Barcelona, no dia 31 de julho de 2010
(Arquivo) O ucraniano Oleksandr Pyatnytsya, em Barcelona, no dia 31 de julho de 2010

O ucraniano Oleksandr Pyatnytsya, medalha de prata em Londres-2012 no lançamento de dardo e que testou positivo em um exame antidoping no evento britânico, foi desqualificado e terá que devolver sua medalha, anunciou nesta terça-feira o Comitê Olímpico Internacional (COI).

O organismo divulgou as primeiras sanções contra os 98 esportistas que testaram positivo nos Jogos de 2008 e 2012, após novas análises.

Pyatnytsya terminou em segundo no dardo, atrás do trinitino Keshorn Walcott (ouro) e à frente do finlandês Antti Russkanen (bronze).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O ucraniano foi "desqualificado dos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e recebeu a ordem de devolver a medalha de prata obtida na prova de lançamento de dardo", anunciou o COI.

O checo Vitezslav Vesely, quarto naquela final, poderá, assim, subir ao pódio.

Segundo o COI, a reanálise das amostras do ucraniano revelou "a presença de uma substância proibida, o turinabol".

A Comissão de Disciplina do COI desqualificou igualmente outros três esportistas que testaram positivo depois das novas análises: o bielorrusso Pavel Kryvitski, eliminado nas classificações de lançamento de martelo e positivo para turinabol, assim como as levantadoras de peso armênia Hripsime Khurshudyan (11º até 75 kg), positivo por estanozolol, e turca Nurcan Taylan (até 48 kg), que não terminou a prova e também testou positivo para turinabol.

Leia também