UCI tenta fazer com que equipes cheguem ao final da temporada


Com até cinco equipes enfrentando turbulência financeira, a UCI quer chegar ao final da temporada. O presidente David Lappartient afirmou que espera que todos os esquadrões consigam finalizar a competição e divulgou um calendário renovado.

Lappartient não especificou de quais equipes ele estava falando, mas a CCC, Lotto-Soudal, Mitchelton-Scott, Bahrain-McLaren e Astana tiveram que reduzir os salários ou demitir temporariamente a equipe de suporte durante este período sem corridas.

A CCC foi particularmente afetada, pois a empresa polonesa de calçados disse que o patrocínio teria que ser reduzido ou interrompido, pois o preço das ações caía para 90% do seu nível de 2018.

Greg Van Avermaet admite ter tido noites sem dormir, mas agora está mais confiante de que pode ser encontrado um compromisso para permitir que a equipe continue até o final da temporada e tente encontrar novos patrocinadores para 2021.

- Devo dizer que não durmo bem há algumas noites. Não é uma situação em que você apenas se arrasta para a cama e fecha os olhos. Ninguém queria dessa maneira e ninguém tem má vontade [em relação ao outro] agora. Se conseguirmos fazer um acordo, veremos o que acontecerá no próximo ano. Felizmente, podemos começar um novo projeto, embora não seja um momento óbvio para encontrar patrocínio - confessou.

As equipes não são as únicas que sofrem. A UCI também perdeu economicamente devido à corridas canceladas ou adiadas e à incerteza que ainda envolve o Mundial de 2020 que será realizado em Aigle-Martigny.

- Nossa união está passando por uma crise que não conhecemos desde a Segunda Guerra Mundial. Atualmente, os Road Worlds estão programados para os dias 20 e 27 de setembro, começando no mesmo dia em que o Tour de France termina, com o Giro d'Italia começando em 3 de outubro - disse Lappartient.

O jornal espanhol "MARCA" relata que a UCI está estudando a possibilidade de adiar o campeonato par anovembro e mudar a corrida para o Oriente Médio. Omã, Catar e Emirados Árabes são opções.















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também