'Uber da Reforma' chega ao Rio e passa a atuar em 6 capitais

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Juliano Murlick, CEO e cofundador do Triider
Juliano Murlick, CEO e cofundador do Triider
  • Aplicativo Triider funciona como "Uber" das reformas e faz ponte entre cliente e profissionais

  • Antes de chegar ao Rio de Janeiro, a plataforma já estava presente em outras cinco capitais do país

  • São 50 serviços disponíveis no Rio, que incluem pintura, reforma e parte elétrica

Aplicativo que ajuda clientes a encontrar profissionais que oferecem reformas mais simples e intermediar o contato entre eles, o Triider agora chegou ao Rio de Janeiro. Uma espécie de “Uber das reformas”, a plataforma criada em Porto Alegre já estava disponível cinco capitais e, com o Rio, o número vai sobe para seis. As informações são do jornal O Globo.

Leia também:

Como funciona

Funciona assim: alguém precisa de um serviço em casa em casa e procura entre os 50 oferecidos no aplicativo - que vão de pintura, reformas, manutenção até a parte elétrica. Também dá para contratar diaristas. Desta forma, o Triider faz a ponte entre usuário e fornecedor de serviços, ajuda no orçamento e tem um canal para que o pagamento seja feito.

Aumento das receitas

Desde o início da pandemia, com as pessoas passando mais tempo em casa, o aumento das receitas foi de 20%, segundo a empresa. Deu mais tempo de verificar aquele mofo no quarto ou então, por exemplo, aquele problema elétrico deixado para depois. A companhia agora quer investir R$ 25 milhões até 2022.

Esse avanço da Triider acontece depois de ela ser adquirida em outubro pela Juntos Somos Mais, joint venture entre gigantes Gerdau, Tigre e Votorantim. Resumidamente, o joint venture acontece quando as empresas unem recursos para desenvolver um negócio conjuntamente, dividindo resultados.