Turquia demite técnico Senol Günes após maus resultados na Eurocopa e nas Eliminatórias

·1 minuto de leitura
O técnico turco Senol Günes em Istambul em 26 de agosto de 2021 durante o sorteio da Liga dos Campeões (AFP/OZAN KOSE)

A seleção da Turquia decidiu encerrar "de comum acordo" seu vinculo com o técnico Senol Günes, anunciou a federação de futebol do país nesta sexta-feira, após a dura derrota por 6 a 1 contra a Holanda na última partida das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar-2022.

"A separação foi decidida de comum acordo com o técnico da seleção, Senol Günes", informou a federação em um comunicado, após uma das derrotas mais sofridas dos últimos anos.

Depois de levar a Turquia ao terceiro lugar na Copa do Mundo de 2002, o treinador aumentou as expectativas em sua segunda fase, que começou em 2019.

Mas a seleção turca sofreu várias derrotas durante a Euro-2020 e nas eliminatórias para a Copa do Mundo.

Na última janela empatou em 2 a 2 com Montenegro, derrotou a humilde seleção de Gibraltar por 3 a 0 e foi goleada pela Holanda na terça-feira.

"Eu sou o único responsável. O fracasso é meu", disse Gunes após esta partida.

A federação, que não anunciou o seu sucessor, desejou ao treinador "boa saúde e sucesso no futuro".

bg-zak/pm/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos