Tuchel relembra demissão do PSG: 'A conversa não durou dois minutos'

LANCE!
·1 minuto de leitura


Thomas Tuchel, atual técnico do Chelsea, relembrou sua demissão do Paris Saint-Germain em entrevista à "Sky". O alemão admitiu que sentia que poderia deixar o cargo, mas que não esperava que fosse após uma vitória por 4 a 0 sobre o Strasbourg pelo Campeonato Francês.

- Foi surpreendente. Me lembro que dia 22 de dezembro sentia que ia acontecer. Sentia que podiam me despedir, mas não acreditava. Ganhamos de 4 a 0 do Strasbourg. Depois, eu e Leonardo tivemos uma conversa que não durou mais do que dois minutos, pois não havia muito mais para me falar.

> Veja a tabela da Champions League

O comandante alemão afirmou que teve um Natal ruim, mas que o grande presente foi ter sido contratado pelo Chelsea em janeiro. Nesta quarta-feira, os Blues entram em campo pela Champions League contra o Porto, enquanto o PSG enfrenta o Bayern.