Conmebol abre processo disciplinar contra Peñarol, Palmeiras e 4 jogadores

Assunção, 28 abr (EFE).- A Conmebol abriu um procedimento disciplinar contra Peñarol, Palmeiras e quatro jogadores devido à briga generalizada na partida entre as duas equipes disputada em Montevidéu pela Taça Libertadores, informou nesta sexta-feira a máxima autoridade do futebol sul-americano.

Os jogadores são Felipe Melo, do Palmeiras, e Matias Mier, Lucas Hernández e Nahitán Nández, por parte do Peñarol.

Após o jogo, vencido de virada pelo Palmeiras por 3 a 2 na última quarta-feira, no estádio Campeón del Siglo, alguns jogadores das duas equipes protagonizaram uma briga no campo.

O clima de violência chegou depois às arquibancadas, onde torcedores dos dois times se jogaram objetos.

Por causa dos incidentes, hoje prestaram depoimento à Justiça uruguaia os jogadores Nahitán Nández, Junior Arias, Matías Mier e Yeferson Quintana, do Peñarol. EFE