'Tropa do Flu' no vestiário e discursos de Fred e Roger: os bastidores de Fluminense x River na Libertadores

LANCE!
·2 minuto de leitura


Na noite de sexta-feira, o Fluminense divulgou os bastidores da estreia da equipe na Libertadores, com o empate por 1 a 1 com o River Plate (ARG), no Maracanã. O vídeo já começa com um discurso inflamado de Fred, capitão e autor do gol tricolor, antes de o time entrar em campo na última quinta-feira.

> Gestão Mário Bittencourt chega a 26 reforços e cinco treinadores no Fluminense; veja a lista

- Nossa Libertadores não começa hoje não. Ela começou ano passado quando muita gente não acreditava na gente. Lá fora ninguém acredita, não tem problema. Nós sabemos o que a gente faz, o que fazemos todo dia, como a gente se dedica, se entrega. Vamos para dentro desses caras. Maracanã é a nossa casa. Vamos botar peso neles - disse o jogador.

- Aqui já está consolidado, já está firme. Aqui já está confirmado. Já conquistamos coisa grande. Agora nós vamos confirmar. A bola que para os caras é perdida nós vamos até o final. Firmes, ligados, ninguém para para reclamar, corremos um para o outro - completou.

Veja a tabela da Libertadores

Além dos momentos de seriedade, houve também descontração com a paródia de "Tropa do Flu" tocando no vestiário e o bom humor de Nene: "os vovôs estão on". Os jovens Luiz Henrique e Kayky, titulares no confronto, exaltaram o "momento único" de disputar a competição.

As reações dos jogadores na saída de campo mostram que o ponto conquistado não era o esperado, mesmo com um adversário complicado. Em certo momento, Calegari diz que "faltou pouco" para uma vitória. O técnico Roger Machado, que antes da partida frisou "peito quente e cabeça fria ao elenco", fez um discurso para parabenizar os jogadores após o empate.

- Não tenho palavras, nem que eu use os melhores adjetivos, para classificar a atuação que a gente teve. Libertadores é briga de cachorro grande. E nós aguentamos bem. O ponto que ganhamos hoje fará diferença lá na frente. E vamos dar o troco lá na casa deles. Um dos melhores jogos que minha equipe jogou. Corajosa para cara***. Na minha carreira como treinador. Quando eles achavam que não tínhamos mais perna, a gente ainda tinha. No primeiro tempo me diz a chance que eles tiveram de gol. E nós estávamos dentro dos caras. No segundo tempo a mesma coisa. Time que joga junto há cinco anos. Parabéns. Baita de um resultado. Não vamos nos enganar com empate dentro de casa. Libertadores é assim. Vamos lá e tirar pontos deles também. Parabéns.