Tiroteio na hora da saída da escola aterroriza moradores no Rio

A troca de tiros começou no final da tarde, horário de saída das escolas (Foto: Reprodução/TV Globo)
A troca de tiros começou no final da tarde, horário de saída das escolas (Foto: Reprodução/TV Globo)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Conflito começou no fim da tarde de quinta-feira, no horário de saída de escolas

  • Dentro dos trens, passageiros tiveram que se abaixar para não serem vítimas dos disparos

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Os moradores de Costa Barros, na Zona Norte do Rio de Janeiro, não têm paz desde o final da tarde de quinta-feira (7). Um conflito entre facções rivais do tráfico se arrastou noite adentro e amedronta as pessoas que moram na região do Complexo do Chapadão.

Testemunhas avistaram criminosos armados, vestindo roupas pretas e escondendo o rosto enquanto correm pelas ruas. O conflito teve início no horário de saída de escolas e volta de trabalhadores para casa, e interrompeu as atividades do dia a dia: dentro dos trens, passageiros tiveram que se abaixar para evitar serem atingidos por balas perdidas.

“Cada dia que passa, a guerra só piora. Tudo cheio de bandido na rua. Cheio de policial. Criança na rua chorando desesperada. Logo na hora das crianças saírem da escola. De trabalhador chegar em casa. E o pessoal não consegue nem chegar em casa. A gente sai de casa sem saber se vai voltar. Temos que parar com essa guerra", contou à TV Globo um morador da região que preferiu não se identificar.

Leia também

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro confirma que houve um confronto entre quadrilhas de traficantes, e diz que mobilizou equipes para montar um cerco na região da comunidade da Pedreira.

Leia também