Trio de jovens pede passagem e traz luz para a temporada do Corinthians

Alexandre Guariglia
·2 minuto de leitura


O Corinthians talvez tenha feito sua melhor apresentação nesta temporada na vitória diante do Santos, por 2 a 0, no último domingo, na Vila Belmiro. Grande parte dessa boa atuação se deve ao que mostrou um trio de jovens da base do clube: João Victor, Raul Gustavo e Lucas Piton. Juntos, eles já despontam como a melhor notícia da equipe em 2021 e trazem uma luz para o restante do ano.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

GALERIA
> Everaldo já foi! Veja quem deixou o Corinthians para a temporada 2021

Substitutos de três grandes ícones do elenco atual: Fagner, Gil e Fábio Santos, os garotos não têm feito os torcedores sentiram saudades desses ídolos, guardadas as devidas proporções, é claro. Como iniciantes na carreira e defendendo o clube em seus primeiros jogos, o desempenho de cada um supera expectativas e tem sido melhor até do que o dos veteranos do elenco.

João Victor talvez seja aquele que vem tendo o maior destaque e causado a maior surpresa, já que vem jogando improvisado na lateral direita e atua como se fosse um jogador que teve origem nessa posição. Com explosão e força para chegar ao ataque, tem conseguido fazer jogadas de um ala ofensivo, com dribles e tabelas, além de dar conta do setor defensivo sem comprometer.

Apesar de pedir passagem, não será na lateral que João vai conquistar sua titularidade, já que Fagner é absoluto e entrega desempenho regularmente, mas é uma garantia de que é possível ter vida quando o camisa 23 não está. Por outro lado, Raul Gustavo pode conquistar um espaço ao lado de Gil, uma vez que Jemerson deve deixar o clube no meio do ano e Bruno Méndez ainda não se firmou na posição. Raul tem "voado" na defesa e foi bem no ataque.

Por fim, o caso de Lucas Piton parece o mais equilibrado com o atual titular da lateral esquerda. Com vitalidade, bom passe e mostrando-se um especialista nas bolas paradas, o jovem já aparece colado no retrovisor de Fábio Santos, que mesmo que seja um líder dentro e fora de campo, e conte com a confiança de Vagner Mancini, não tem o mesmo poder ofensivo de antes, a não ser quando cobra pênaltis. Para um duelo mais fechado, Piton pode ser diferencial.

Em uma temporada de pessimismo para o torcedor e de contenção de gastos no clube, a eficiência desses jovens da base pode ser um alento para quem tem pouca esperança de sucesso para o Corinthians. Se esses três já têm feito um sucesso considerável, quem sabe possam puxar a fila para outros como Vitinho, Varanda, Gabriel Pereira, Cauê, Adson e os demais garotos do elenco. Até aqui, eles são as melhores notícias corintianas deste ano de 2021.