Tricolores preparam mosaico na Sul-Americana e pedem apoio de Abad

João Mércio Gomes
Tricolor volta ao Maracanã, onde não joga desde novembro do ano passado. Torcida prepara mosaico no Setor Sul

Prioridade da diretoria, o Fluminense estreia na Copa Sul-Americana no dia 5 de abril, contra o Liverpool-URU. O clube negocia a partida para o Maracanã, e embora ainda não esteja confirmado, a torcida já prepara uma grande festa na competição internacional. Nas redes sociais, tricolores fazem 'vaquinha' para realização de um mosaico no retorno ao estádio.

O plano é ocupar todo o Setor Sul com um mosaico surpresa. Ao todo, serão cerca de 22.700 papéis, nas três cores do clube. No entanto, o valor de 5.500 reais dificulta - cerca de 15% foi arrecadado até agora. Por isso, na internet, a campanha #FortaleceNoMosaicoAbad se espalhou. A diretoria, porém, ainda não se pronunciou sobre o caso.

Para o estudante Pedro Jordão, um dos organizadores do mosaico, a estreia da competição pode ser a data ideal para a torcida tricolor voltar a lotar os estádios. Até agora, o clube tem sofrido com o público baixo nos jogos como mandante na primeira Liga e no Carioca.

- Tem tudo para o público só aumentar na sequência do ano. A torcida ficou desmotivada pela falta de estádio mas agora pode caminhar junto com o clube. A volta do Maracanã é essencial - disse Pedro, que não quis revelar o mosaico, mas deixou pistas.

- Não posso dizer, mas queremos resgatar a alma dos tricolores, que sempre foram guerreiros. Também queremos mostrar apoio aos jogadores na competição, para que entendam o tamanho do clube e da torcida.

Além da campanha na internet, o grupo independente 'Convocação Tricolor' também vai recolher verba nos estádios, durante os próximos jogos do Fluminense. Serão 20 dias disponíveis para arrecadação até a primeira rodada da Copa Sul-Americana.










E MAIS: