Tricolor entra na disputa por Valdivia com Timão e Verdão

Jorge Nicola
Valdivia fez apenas cinco jogos como titular do Colorado no ano. Foto: Futura Press

O Palmeiras não é mais o único rival do Corinthians na briga para contratar Valdivia. Nas últimas horas, o São Paulo também fez contato com pessoas ligadas ao meia para buscar mais informações. O Tricolor ainda não fez oferta oficial, mas admite ter interesse em Valdivia há bastante tempo.

A sondagem também tem a ver com o desfecho negativo na tratativa por Éverton Ribeiro. A proposta tricolor enviada na última sexta-feira ao Al-Ahli sequer foi respondida e a janela internacional de transferências se encerra no fim desta terça-feira.

Antes mesmo de discutir valores, o São Paulo já foi avisado que o Internacional só aceita emprestar Valdivia até dezembro, porque entende que o meia pode se valorizar e ser negociado para o exterior a partir de 2018. Ou voltar ao Beira-Rio e ser aproveitado como era até sua cirurgia no joelho, no ano passado.

Os adversários são-paulinos levam vantagem por terem entrado antes na negociação, embora exista um impasse nas conversas entre Inter e Corinthians. É que Giovani Augusto, moeda de troca na ida de Valdivia, se recusou a jogar no Beira-Rio por empréstimo. Ele também ficou bravo por ter sido comunicado do interesse depois até de a imprensa publicar detalhes da troca.

Já o Palmeiras entrou na parada no último sábado, quando o diretor-executivo de futebol Alexandre Mattos telefonou para o empresário de Valdivia. No contato, o Verdão apresentou vários cenários, como compra ou troca, nos mesmos moldes do Corinthians, em negócio que poderia envolver Giovani Augusto.

Foi por causa da aparição do Palmeiras que o presidente corintiano Roberto Andrade entrou no circuito e telefonou para o presidente rival, Maurício Galiotte, cobrando explicações, conforme o Blog revelou com exclusividade na manhã desta terça-feira.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: