Tricampeões iniciam Superpraia com o pé direito

Os campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt estrearam na competição realizada em Niterói (RJ)com duas vitórias 

A sabedoria popular diz que mais difícil que chegar ao topo é permanecer lá. E é em busca desta regularidade que os campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) deram início a campanha no Superpraia, que teve nesta sexta-feira o início do torneio masculino. Juntos eles conquistaram as três primeiras edições da competição e, na estreia da quarta venceram os dois jogos que disputaram, garantindo assim classificação direta para as quartas de final.

Vice-campeões no Open de Vitória (ES), nona e última etapa do Circuito Brasileiro Vôlei de Praia, Alison e Bruno chegaram a Niterói como segunda dupla do ranking nacional, mas com o status de serem os únicos campeões do Superpraia, que acontece desde 2014. Depois de vencer a segunda partida do dia, contra Léo Gomes/Ferramenta (RJ), Schmidt destacou o planejamento feito por eles para chegarem nas melhores condições.

- A gente leva muito a sério competições como essa. Não me ligo muito no que ficou para trás, foi muito bom, mas o que passou, passou. Nosso planejamento foi feito para chegarmos nesta altura da temporada em boas condições técnicas e físicas, que também casa com o início do Circuito Mundial. Fizemos uma parada no fim do ano passado e foi muito bom para mim, fiquei zerado de contusões e incômodos. Agradeço o apoio das pessoas que vêm até aqui para nos ver jogar, isso nos motiva - contou o campeão olímpico, que ainda comentou sobre o Circuito Mundial, que ocorre entre os dias 17 e 21 de maio:

- Queremos jogar o Circuito Mundial da melhor maneira possível. Temos um orgulho enorme de representar o nosso país. E a etapa aqui no Rio de Janeiro será especial. A arena é sensacional, é um palco que qualquer atleta gostaria de jogar, tivemos um gostinho de ver como é quando jogamos o Desafio de Gigantes em fevereiro, vai ser muito bacana. E queremos usar o Superpraia para catapultar a gente para lá.

Além dos atuais tricampeões do Superpraia, outras três duplas também mantiveram a invencibilidade e se classificaram de forma direta às quartas de final: Evandro/André (RJ/ES), Thiago/George (SC/PB) e os campeões do Circuito Brasileiro, Álvaro Filho/Saymon (PB/MS).

Ao final da partida em que conseguiu o segundo triunfo do dia, Álvaro falou sobre o impacto do título nacional na parceria e a responsabilidade que é manter-se entre os melhores.

- Alison e Bruno são inspirações para mim e para o Saymon. Nós estamos buscando escrever nossa própria história, e temos admiração pelo que eles já fizeram. O nível do vôlei de praia no Brasil está alto e quem ganha com isso é o esporte. A gente trabalha para jogarmos sempre em nossa melhor forma. Eu fico muito feliz por ter sido campeão brasileiro, e me motiva a trabalhar mais. Já percebo que as outras duplas estudam mais ainda na hora de jogar contra o nosso time e isso mostra a nossa evolução.

Outros oito times duelam pela repescagem na manhã deste sábado, a partir das 9h, em busca das quatro vagas restantes nas quartas. Os confrontos serão: Léo Gomes/Ferramenta (RJ) x Márcio Gaudie/Jeremy (RJ), Pedro Rezende/Felipe Cavazin (PB/PR) x Luciano/Harley (ES/DF), Pedro Solberg/Guto (RJ) x Bruno/Fernandão (AM/ES) e Hevaldo/Oscar (CE/RJ) x Jô/Vítor Felipe (PB).

Quatro duplas deram adeus ao torneio já na fase de grupos, por terem perdido dois jogos seguidos. São Léo Vieira/Averaldo (DF/TO), Artur Lanci/Eduardo Davi (PR), Benjamin/Moisés (MS/BA) e Lipe/Gilmário (CE/PB).
















E MAIS: