Tricampeão em 1970, Clodoaldo se apresenta à Seleção para ser chefe de delegação nas Eliminatórias

·1 minuto de leitura


Na preparação para as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, a Seleção Brasileira terá mais uma inspiração para os duelos contra Equador e Paraguai. Nesta segunda-feira, o ex-volante Clodoaldo, tricampeão mundial em 1970, chegou à Granja Comary para chefiar a delegação canarinho.

+ Tabela das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022


Ídolo também do Santos, onde fez mais de 500 partidas, Corró se disse "muito feliz" por representar a Seleção mais uma vez e afirmou que é "uma honra muito grande" ser lembrado.

- Muito feliz, é sempre uma honra, relembrar a Seleção Brasileira, com orgulho. Isso nunca acaba. Uma vez que você provou o gosto de estar servindo a Seleção Brasileira, é algo inesquecível. É uma honra muito grande - disse Clodoaldo.

Clodoaldo, Casemiro e Juninho Paulista - Seleção Brasileira
Clodoaldo, Casemiro e Juninho Paulista - Seleção Brasileira

Casemiro, Clodoaldo e Juninho na Granja Comary (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Recebido por Juninho Paulista, coordenador da Seleção Brasileira, Clodoaldo conversou também com o técnico Tite e com Cesar Sampaio, auxiliar do treinador. Eterno camisa 5, o ex-volante também conversou com Casemiro, atual dono da posição.

A Seleção Brasileira treinará na Granja Comary até a próxima quarta-feira, quando viajará para Porto Alegre, onde enfrentará o Equador na sexta-feira (4 de junho). Do Rio Grande do Sul, a delegação segue para Assunção, onde enfrenta o Paraguai, no dia 8.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos