Triatlo: Manoel Messias e Bia Neres vencem a etapa de Peruíbe do Pro Séries

Mar mexido obrigou a mudança para duathlon (corrida/ciclismo/ corrida), mas não tirou a emoção e qualidade técnica da disputa

Emocionante e muito disputada, mostrando a qualidade dos atletas nacionais, em especial da nova geração do triatlo. Assim foi a abertura do Pro Series 2017, circuito com três etapas organizada pela Federação Paulista de Triatlo (SPTri), reunindo atletas de alto rendimento. Mesmo tendo mudado para duathlon devido das condições do mar, os competidores fizeram bonito na tarde ensolarada em Peruíbe, no litoral sul paulista. Manoel Messias, do Sesi-SP, venceu no masculino ao completar os 5 km de corrida, 20 km de ciclismo e 2,5 km de corrida, com o tempo de 54min19seg538. Já no feminino, Bia Neres, do Esporte Clube Pinheiros, marcou o tempo de 1h01min51seg067.

O evento, que distribuiu RS$ 12 mil, foi válido pela primeira etapa do Campeonato Paulista Paulista e serviu de seletiva para a Copa Brasil de Triathlon, programada para Manaus (AM). As próximas etapas da competição serão no Guarujá, no dia 3 de junho, e em Sorocaba, no dia 25 de novembro.

- Conseguimos reunir em Peruíbe cerca de 50 atletas de Elite, Sub-23 e Júnior, o que representa 85% do que há de melhor no país. Até uma atleta do Pará veio para disputar esse novo evento. Mesmo com o contratempo do mar mexido e termos de mudar para duathlon, tivemos uma disputa muito emocionante e forte. Fazia muito tempo que buscávamos essa meta e conseguimos realizar. Isso, sem dúvida nos deixa muito satisfeitos. Agora é trabalhar para termos uma segunda etapa ainda melhor - destacou Jorge Ayoub, presidente da SPTri.

A briga pelo topo do pódio no masculino foi interessante. Messias manteve-se no grupo da frente desde a primeira etapa. Apesar da briga com outros competidores, em especial seus companheiros de equipe, Iuri Vinuto e Flávio Queiroga, ele conseguiu manter o ritmo e garantir o título da primeira etapa.

- Foi muito bom. Gostei bastante, pois estava dura e pude vencer. No final, mesmo sentido o cansaço e o calor, consegui manter o ritmo. A prova está de parabéns, pois foi muito organizada e os organizadores acertaram em mudar para o duathlon - destacou Manoel Messias, com diversos títulos internacionais nas categorias de base e que foi vice-campeão Triathlon Internacional de Santos 2016 e 10º na Copa do Mundo Mooloolaba (Austrália-2016).

Bia Neres brilha no feminino

Entre a mulheres, Bia foi a que teve mais tranqüilidade para vencer, pela primeira vez, um duathlon. Ela dominou de ponta a ponta, garantindo boa vantagem para a segunda colocada, Luisa Baptista, do Sesi-SP.

- Quando informaram que tinha mudado, tenho de confessar que fiquei ansiosa, pois eu nunca fiz um duathlon na vida. Mas pensei, nada do que não tenha treinado e, felizmente, consegui fazer minha prova - declarou.

A vencedora completou elogiando muito a prova e reconhecendo que não foi fácil.

- Foi super legal, dia lindo, e a organização está de parabéns. Adorei estar aqui, mas cansa mais que triatlo. Isso, pelo menos, mostra que os treinos e as dores estão valendo a pena -disse Bia, campeã da Panamerican Cup Manaus e da Copa Brasil de Triatlo.

Confira os resultados:

Masculino

1) Manoel Messias dos Santos Junior (Sesi-SP), 54min19seg538
2) Flávio Queiroga (Sesi-SP), 54min57seg888
3) Iuri Vinuto (Sesi-SP), 55min15seg409
4) Matheus de Souza Diniz (EC Pinheiros), 55min50seg608
5) Fábio Carvalho, 56min05seg635

Feminino

1) Beatriz Neres (EC Pinheiros), 1h01min65seg067
2) Luisa Baptista Duarte (Sesi-SP), 1h04min59seg658
3) Maria Vitória Sorbo Martins (Sesi-SP), 1h08min34seg796
4) Luma Guillen (Sesi-SP), 1h09min15seg475
5) Lua Silva, 1h16min06seg432


































E MAIS: