"Treinar a Seleção Brasileira deve ser difícil, mas apaixonante", diz Mourinho

O polêmico treinador José Mourinho, que já trabalhou em clubes como Real Madrid, Chelsea, Inter, e atualmente comanda o Manchester United, revelou que treinaria a seleção brasileira, apesar de achar mais propício para os técnicos brasileiros.

"Eu acho que depois do Manchester United eu preciso de um trabalho mais fácil do que o do Manchester United (risos). E se calhar a Seleção Brasileira deve ser mais difícil. Obviamente seria apaixonante. A Seleção Brasileira é obviamente a seleção líder de sucesso, obviamente com talento. Qualquer que seja a geração, o talento aparece sempre. Mas tenho que confessar que deve ser difícil. Em cada brasileiro há um treinador, em cada jornalista há um treinador melhor que o treinador. Acho que deve ser um país difícil de trabalhar, mas também apaixonante. Mas reconheço que a Seleção Brasileira é para treinador brasileiro", disse Mourinho em entrevista à Espn Brasil.

"Acho que a Copa em casa era uma faca de dois lados. Por um lado, estava em melhores condições para ganhar, mas por outro lado uma pressão exagerada para ganhar. O Dunga teve uma pressão emocionalmente pesada e acho que era difícil para ele ter sucesso. Agora entrou o Tite, experiência, muita experiência a nível de clube. Acho que os clubes desenvolvem melhor os treinadores, porque são o futebol do dia a dia, é a competição semanal, desenvolve muito mais nossas capacidades. É um homem (Tite) com personalidade, com maturidade, com personalidade para grande pressão", completou.

Tite Brasil Paraguai 28032017

Questionado sobre o modelo de disputa das Eliminatórias, o português não escondeu a sua insatisfação com o modelo da Europa.

"Os jogos de eliminatórias na Europa me aborrecem. E os jogos de eliminatórias no continente de vocês me motivam. Eu gosto de futebol a sério, não para brincar. E nas eliminatórias sul-americanas o futebol é sério. Há muitas seleções boas, do mesmo nível. Mesmo as que não são tão fortes têm como criar dificuldades, como a Bolívia. Na Europa as eliminatórias não são brincadeira. Todo mundo se classifica. Quem não se classifica direto, se classifica pela repescagem. Há uma diferença brutal entre os times. Tanto que acho que na América do Sul as eliminatórias são uma verdadeira competição ao longo dos anos", analisou.

VEJA TAMBÉM:
Zico critica CBF e federações | Cartoon do Dia | James melhor com a Colômbia

Ocupando a quinta posição da Premier League com 52 pontos, o Manchester United se prepara para receber o West Bromwich, no próximo sábado (1), às 11h (horário de Brasília).