Treinador dá voadora nas partes íntimas de jogador rival

No Equador, técnico do Chacaritas deu uma voadora em um jogador do Santo Domingo. Foto: (Reprodução/Twitter)
No Equador, técnico do Chacaritas deu uma voadora em um jogador do Santo Domingo. Foto: (Reprodução/Twitter)

Um lance curioso na partida entre o Chacaritas e o Deportivo Santo Domingo, que terminou empatada em 1 a 1, válida pela primeira fase da Copa Equador, tomou conta da internet neste final de semana. Uma disputa de bola acabou com uma voadora do técnico do Chacaritas em Edison Mejía, jogador visitante.

Juan Carlos Ávila, o comandante do Chacaritas, pulou para evitar que Mejía, que corria sem equilíbrio em sua direção, o acertasse, mas acabou esticando sua perna esquerda e atingindo as partes íntimas do jogador que vestia a camisa 17 do Santo Domingo.

Leia também:

O treinador, que imediatamente pediu desculpas ao jogador e lhe prestou o primeiro atendimento, começou a rir e deixou claro que o ato, a princípio, não foi proposital. Jogadores adversários chegaram a reclamar para o árbitro da partida, uma vez que seu companheiro de equipe estava estatelado no chão e sofrendo muita dor na região, mas a autoridade máxima dentro de campo ordenou que a partida recomeçasse sem qualquer punição ao treinador.

Equador vive polêmica nas Eliminatórias

O Chile pediu na última semana que a FIFA elimine o Equador da Copa do Mundo, o que beneficiaria os chilenos que ficariam com a vaga para a competição que será disputada no Catar. A alegação é que seu rival sul-americano colocou em campo um jogador que na verdade é colombiano. Para apoiar seu caso, o Chile apresentou na quarta-feira (4) uma reclamação de várias páginas, que contém documentos de registro, incluindo certidões de nascimento, que mostram que o defensor Byron Castillo nasceu na Colômbia três anos antes do que foi declarado em os documentos usados ​​para identificá-lo como equatoriano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos