Treinador do Botafogo mostra indignação com gol não validado: 'Não precisa nem de VAR'

·1 minuto de leitura


A arbitragem voltou a ser pauta no Botafogo. O clube ficou na bronca porque, neste sábado, um gol de Ronald não foi validado pela arbitragem. Em partida com o Sampaio Corrêa, o chute do camisa 31 ultrapassa a linha, com o goleiro Mota defendendo já dentro do gol, mas a arbitragem não apitou.

Marcelo Chamusca, treinador do Botafogo, não escondeu a revolta após o jogo. Em entrevista coletiva realizada no Castelão, palco do duelo, o técnico afirmou que o lance era fácil de ser apitado.

- Coincidentemente nas últimas duas rodadas foram erros gritantes (contra o Botafogo). Se você ver a imagem do jogo de hoje, não precisa nem de VAR. Os caras não podem errar como estão errando contra o Botafogo. Na semana passada (diante do Náutico) o juiz não viu que a bola saiu e marcou o pênalti - afirmou.

O treinador defendeu que a tecnologia do árbitro de vídeo deveria ser utilizada na Série B. Em situações como essa, por exemplo, o VAR poderia ser chamado - e o Botafogo teria o gol validado.

- Eu acho que deveria ter o VAR na Série B, é uma competição muito importante. São quatro vags que decidem o futuro de clubes. Não pode ter a quantidade de erros que têm na Série B. É uma situação (VAR) que auxilia muito os árbitros - completou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos