Três clubes brasileiros querem David Luiz, diz portal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A notícia de que David Luiz não irá renovar contrato com o Arsenal mexe com o mercado. Inclusive, o brasileiro. Segundo o site Fichajes.net, três equipes do país já mostraram interesse em contar com o zagueiro: Flamengo, São Paulo e Atlético-MG.

Flamengo já conta com Rodrigo Caio no plantel | Eurasia Sport Images/Getty Images
Flamengo já conta com Rodrigo Caio no plantel | Eurasia Sport Images/Getty Images

O jogador está com 34 anos. Com o fato de ficar livre, não seria necessário pagar pelos seus direitos econômicos. Agora, uma eventual vinda para o Brasil, naturalmente, requer adaptações de ambas as partes. O jogador precisaria diminuir o valor de seu salário. Ao mesmo tempo, os clubes teriam que ceder e aceitar repassar um pouco mais do que o normal para contar com um profissional que, a princípio, ainda desperta interesse de rivais da Europa.

Site cita desejo de Crespo em ter mais um zagueiro | Ernesto Ryan/Getty Images
Site cita desejo de Crespo em ter mais um zagueiro | Ernesto Ryan/Getty Images

David Luiz, a princípio, só irá negociar a partir de junho, com o término da temporada inglesa. No entanto, o portal em questão destaca alguns motivos que fariam cariocas, paulistas e mineiros irem atrás do defensor. O Flamengo, por exemplo, teria a oportunidade de formar a "melhor dupla de zaga do continente", uma vez que já conta com Rodrigo Caio. No Atlético-MG, o ex-seleção brasileira seria tratado como o parceiro ideal de Junior Alonso. Já, no São Paulo, o técnico Hernán Crespo desejaria um novo central, com experiência para dividir responsabilidades junto a Miranda e Daniel Alves.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos