Toyota revela produção de modelo para TCR South America; Zonta demonstra interesse na competição

Erick Gabriel
·2 minuto de leitura

A Toyota Argentina confirmou nesta semana que começaram os trabalhos para a produção de um modelo sedã - com grandes chances de ser o Corolla - com as especificações do TCR. O grupo que administra mais de 30 campeonatos pelo mundo, com mais de 700 carros de competição, prevê o início da versão sul-americana em 2021.

"Já temos autorização da empresa-mãe para fabricar um sedã", disse Daniel Herrero, presidente da Toyota Argentina, ao site MundoSport. "Isso vai gerar mais trabalho no país", disse o mandatário.

Leia também:

TCR South America tem número de inscrições “acima do esperado” para temporada inaugural Após lançamento oficial, confira quais carros podem estar no TCR South America TCR South America é lançado com três corridas previstas para Brasil e início em abril de 2021

Em 2020, a Toyota chegou à principal categoria do automobilismo brasileiro, a Stock Car, com oito carros em seu programa Gazoo Racing. Logo na estreia, a montadora japonesa mostrou seu potencial, com vitórias dos ex-pilotos de F1, Ricardo Zonta e Rubens Barrichello.

Zonta, que tem ligação com a Toyota desde os tempos de F1, demonstrou grande interesse em participar da competição, caso a marca se junte à Hyundai – que recentemente confirmou os dois primeiros pilotos da TCR South America – no primeiro campeonato no ano que vem.

“Fiquei muito feliz em ver algumas notícias de que a Toyota tem a intenção de entrar no TCR, com a Toyota Argentina tendo grandes chances de fazer dois carros e a Toyota Brasil também”, disse Zonta com exclusividade ao Motorsport.com.

“Eu gostaria muito de mostrar meu interesse, sei que quando a Toyota entra é para ter bons resultados, é uma empresa muito séria, tenho a experiência de trabalhar com eles tanto na F1, como no Brasileiro de Marcas, e agora também na Stock Car, já tendo vencido a primeira etapa.”

“Eu gostaria muito de fazer parte, é um campeonato que tende a ter bons resultados, com boa valorização dos pilotos, como o (Augusto) Farfus (que corre no WTCR – versão mundial do TCR), como o (Esteban) Guerrieri, que conquistou o título de 2019. É um campeonato que admiro bastante, é claro que se eu tiver a oportunidade, estarei muito feliz de fazer parte e defender a marca”, finalizou o piloto que representa a Shell na Stock.

Na semana passada a organização do TCR South America encerrou as inscrições para as equipes que demonstraram interesse em fazer parte do campeonato continental e revelou que a procura superou as expectativas com pedido de 35 carros de seis montadoras diferentes.

Verstappen detona F1, Racing Point vive semana decisiva e da Matta conta ‘causos’ de Silverstone

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

Your browser does not support the audio element.