Toyota Corolla x Honda Civic: qual o melhor sedã japonês?

Felipe Ribeiro
·7 minuto de leitura

Não tem como negar: no mercado automotivo, poucos embates são mais acirrados quanto o de Toyota Corolla e Honda Civic. Os sedãs japoneses são dois dos carros mais vendidos e respeitados do mundo há décadas e, aqui no Brasil, possuem uma clientela fixa, que ainda resiste às imposições do cenário nacional, que se entregou de vez aos SUVs.

Tanto o Corolla quanto o Civic apresentaram inovações e melhorias significativas ao longo dos anos, mas, nas atuais gerações de cada um, tanto Toyota quanto Honda optaram por seguir caminhos diferentes para tentarem atingir o mesmo público, seja apelando para pacotes tecnológicos mais modernos, ou para um motor mais apimentado.

Em termos de vendas, o Corolla segue dominando o segmento há anos e com ampla vantagem. Para termos ideia, em 2020, até o mês de setembro, mesmo com a pandemia, o sedã médio da Toyota emplacou 26.770 unidades, enquanto o Honda somou 12.766, segundo a FENABRAVE. Muitos carros populares não chegam nem aos pés desses dois, o que mostra que o consumidor desses modelos é bem fiel e sabem bem o que estão procurando

Nós testamos as versões topo de linha de ambos os carros para esse comparativo. Eventualmente utilizaremos as demais versões para alguns parâmetros. Da mesma forma como fizemos com o comparativo de picapes, dividiremos em critérios e, na soma dos pontos, o veredicto final. Lembrando que a pontuação é:

  • Vitória - 3 Pontos

  • 2º lugar com pouca desvantagem - 2 pontos

  • 2º lugar absoluto - 1 ponto

1. Design e Acabamento

O bicho já começa a pegar por aqui. Como falamos acima, por mais que sejam concorrentes ferrenhos, Corolla e Civic tentam atingir o mesmo público, mas com propostas bem diferentes, e isso inclui o design.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Sempre conhecido como "Vovôrolla", o Toyota mudou bastante essa visão na atual geração e apresenta um estilo mais agressivo em seu design, mas ainda sim mais "tradicional" se compararmos com o Civic. Já o modelo da Honda optou pela esportividade, e traz uma aparência mais arrojada e moderna.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Quando vamos para o interior, o jogo se inverte. Por mais que a evolução do Civic para a geração 9 tenha sido brutal, o Corolla apresenta um painel e detalhamento mais refinado e elegante, com materiais de mais qualidade.

Como não podemos ficar em cima do muro, a vitória vai para o Honda Civic, mas podemos dizer, sem dúvidas, de que não existe mais Vovôrolla.

Vencedor: Honda Civic - 3 pontos

2º lugar: Toyota Corolla - 2 pontos

2. Conforto

Este é um quesito que vai causar polêmica. Ambos os automóveis são confortáveis, mas aqui é onde, talvez, a proposta de ambos se torne mais distinta. O Toyota Corolla é, há décadas, sinônimo de conforto e maciez, e isso parece ser chegado ao auge na atual geração. A cabine, além de extremamente silenciosa, recebe poucos impactos do solo devido à suspensão independente com braço multilink (na traseira). Por mais que seja o mesmo tipo de equipamento do Civic, o acerto de ambos é bem diferente.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

O Civic, até por seu apelo esportivo, privilegia uma condução mais firme e robusta. Não que ele não seja confortável, mas a diferença para o Corolla é bem evidente, sobretudo na maneira como nosso corpo se posiciona no hip line. Se estivéssemos falando sobre dirigibilidade, talvez até o Honda pudesse vencer, mas, o que torna o Corolla absoluto neste quesito é que o modelo da Toyota, por mais macio e confortável que seja, também é capaz de proporcionar uma condução ágil se necessário.

Aqui, não há muitos questionamentos. Dá Corolla.

Vencedor: Toyota Corolla - 3 Pontos

2º lugar: Honda Civic - 1 ponto

3. Desempenho

Aqui, por mais que tenhamos um vencedor, haverá polêmica, claro e, de novo, entenderemos os motivos pelos quais as propostas são bem diferentes. Não há dúvida: o Civic anda mais do que o Corolla. O Honda, em sua versão topo de linha, ostenta um motorzão 1.5 turbo de 173cv, enquanto o Corolla ainda aposta em uma solução 2.0 aspirada, que entrega 177cv. A diferença, contudo, vai para a oferta de torque, que é superior, nesse caso, no Civic, graças ao seu motor turbo.

O Civic traz os 22,4 kgf/m de torque já a 1700rpm, enquanto o Corolla vem com 21,4 a 4400rpm. Por mais que o Toyota esteja longe, bem longe, de ser chato de guiar, o Honda é superior e mais ágil, além de ser um pouco mais econômico. A única desvantagem, contudo, é ser movido apenas à gasolina.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Neste quesito, a vitória vai para o Honda Civic, mas devemos fazer algumas ponderações. O motor Dynamic Force, que equipa a versão topo de linha do Corolla, é a mesma em todos os modelos do carro, inclusive a de entrada, a GLi. Já o Civic só possui o 1.5 turbo na versão Touring, uma vez que nas demais, é o mesmo e cansado 2.0 de 150cv.

Isso sem falar que o Corolla possui uma versão híbrida, muito eficiente, ágil e, claro, econômica. Portanto, no campo do desempenho, o Civic Touring reina absoluto, mas nas demais versões, o Toyota se sai melhor.

Vencedor: Honda Civic - 3 Pontos

2º lugar: Toyota Corolla - 1 ponto

4. Conectividade e Tecnologia

Em nossa análise do Honda Civic, abordamos que o sedã médio, apesar de agradar mais aos puristas, estava bem defasado em termos de tecnologia quando o comparávamos não apenas ao seu principal rival, mas também aos demais veículos de sua categoria e, até, de segmentos inferiores. Por isso, por aqui, sem mistérios. Dá Corolla.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Apesar de bem equipado e seguro, o Civic não possui o pacote tecnológico que equipa o Corolla. O sedã da Toyota, em sua nova geração, incorporou sistemas de segurança que, em breve, serão padrão da indústria, como o piloto automático adaptativo, alerta de colisão, sistema de frenagem de emergência e o alerta de saída de faixa com correção ativa. No campo da conectividade, porém, ambos possuem centrais multimídia equilibradas, com suporte ao Android Auto e Apple Car Play, além de um som de extrema qualidade.

A Honda talvez equilibre as coisas com a nova geração do Civic, que deve chegar ao Brasil apenas em 2022.

Vencedor: Toyota Corolla - 3 Pontos

2º lugar: Honda Civic - 1 Ponto

5. Custo-benefício

Aqui é páreo duro. Corolla e Civic reinam absolutos no mercado brasileiro não apenas por serem automóveis espetaculares, mas também pelo pós-venda impecável de suas respectivas montadoras. Aqui, a diferença é pelo fio de cabelo e dá Toyota Corolla. Explicamos.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Hoje, o Toyota Corolla Altis, em sua versão 2.0, custa na casa dos R$ 130.390, com todos os opcionais. Já o Honda Civic, mesmo defasado tecnologicamente, pode ser adquirido por R$ 142.200, também com todos os pacotes opcionais. É uma diferença considerável de preço de levarmos em conta o que cada um entrega aos seus proprietários.

Ambos são veículos extremamente confiáveis e duradouros, mas o que dá ao Civic a vantagem em termos de desempenho, pode tirá-la depois de anos de uso, já que o motor turbo exige uma manutenção mais delicada e complicada. Além disso, a tabela de revisões, que até os 30 mil quilômetros é bem equilibrada, apresenta uma discrepância quando vamos para os 40 mil.

Veja abaixo:

Quilometragem

Toyota Corolla Altis Premium

Honda Civic Touring

10 mil km

R$ 347,56

R$ 353,15

20 mil km

R$ 699,00

R$ 573,71

30 mil km

R$ 621,00

R$ 584,15

40 mil km

R$ 960,00

R$ 1.696,32

Com isso em mente, na ponta do lápis, o custo-benefício do Corolla se mostra superior ao do Honda Civic, ao menos, neste momento. Com a nova geração, claro, tudo pode mudar.

Vencedor: Toyota Corolla - 3 Pontos

2º Lugar: Honda Civic - 2 pontos

Veredicto

Com fãs pelo Brasil e pelo mundo, é sempre muito arriscado fazer um comparativo entre Honda Civic e Toyota Corolla. Mas, aqui no Canaltech, procuramos levar em conta todos os aspectos possíveis para este tipo de análise, e cada detalhe conta, afinal, são produtos extremamente equilibrados e bem sucedidos há décadas.

Porém, analisando ponto a ponto, a vitória vai para a atual geração do Toyota Corolla. Mesmo sendo inferior em desempenho, o sedã médio mais vendido do Brasil e do mundo reúne predicados que o colocam no topo sem maiores questionamentos.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Com design correto, muita tecnologia e conforto, mecânica confiável e custo-benefício justo, o Corolla segue na ponta sem risco de ser ultrapassado, mesmo tendo concorrentes como o Honda Civic.

Já pelo lado do Honda, o Civic é um carro extremamente gostoso de guiar e com desempenho mais do que divertido, porém seu atual projeto já precisa passar por uma atualização urgentemente, sobretudo no campo tecnológico.

Pontuação

  • Toyota Corolla - 12 pontos

  • Honda Civic - 10 pontos

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: