Toxina botulínica promete mais durabilidade em atletas

Atletas costumam ter marcas de expressão mais acentuadas (Foto: Pexels)


Em pessoas muito expressivas ou praticantes de atividades físicas, a toxina botulínica pode ter um efeito menos duradouro. Isso acontece porque a força aplicada durante a prática de exercícios faz com que a musculatura facial seja excessivamente estimulada. Assim, há uma absorção mais rápida da substância usada para diminuir linhas de expressões do rosto. Porém, para evitar esse efeito reduzido, uma nova marca que surgiu no mercado promete uma alternativa.

A especialista em procedimentos minimamente invasivos Dra. Gabriela Dawson, que também é mestre em medicina estética, comentou que para esse público existe um medicamento indicado, o Dysport. Segundo ela, ele age como um bloqueador neuromuscular, paralisando o funcionamento do músculo em que foi aplicado. De acordo com a especialista, o produto ainda bloqueia as fibras nervosas que controlam as glândulas de suor, com isso, aumenta o período do resultado mesmo em quem pratica esportes de alto rendimento.

“A Toxina Botulínica Dysport possui um peso molecular mais baixo se compararmos com as demais do mercado. Isso confere a ela uma ação mais rápida e uma maior difusão. Sua duração também é maior, em torno de cinco meses em bula, enquanto que as demais duram de três a quatro meses”, comentou.

Uma das pacientes da Dra. Gabriela é a musa fitness Gracyanne Barbosa. A especialista explica que, como Gracyanne tem uma prática de atividade física mais intensa, para ela o Dysport é o mais indicado. Vale lembrar que a aplicação só não é indicada para mulheres grávidas, pessoas alérgicas a proteína do ovo ou com doenças autoimunes, de acordo com a biomédica esteta.

“Como a durabilidade de sua ação é comprovadamente maior que as demais marcas do mercado, em atletas de alto rendimento o benefício está em seu efeito. Nesses casos, o resultado duraria em torno de apenas dois meses com outras marcas. Já quando utilizado a Dysport, conseguimos uma ação de duração, por pelo menos quatro meses”, concluiu.