Tottenham só aceita negociar venda de Harry Kane por R$ 1 bilhão

·1 minuto de leitura


O Tottenham só aceita negociar a venda de Harry Kane por 150 milhões de librsa (R$ 1 bilhão) e não está disposto a envolvê-lo em troca com outros atletas, segundo o "The Sun". Daniel Levy, presidente dos Spurs, não irá facilitar a saída de sua estrela.

O Manchester City, principal interessado na chegada do camisa 10, está disposto a envolver Gabriel Jesus e Sterling na operação com o objetivo de diminuir os custos da transferência para cerca de 60 milhões de libras (R$ 429 milhões).

> Veja a tabela da Eurocopa

​O mandatário entende que o plantel precisa passar por uma reconstrução após uma temporada decepcionante. No entanto, a chegada dos dois atacantes iria impactar a folha salarial do time londrino por conta dos altos salários que recebem no Etihad Stadium. Com isso, o Tottenham se veria em uma posição difícil para contratar outros jogadores de seu interesse.

Além da equipe de Pep Guardiola, Manchester United e Chelsea também já demonstraram interesse em Kane, mas as negociações ainda não começaram. O Tottenham busca convencer o atacante a cumprir o contrato até 2024, enquanto o centroavante de 27 anos busca novos objetivos na carreira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos