Torneio de golfe nos EUA tera homenagem a George Floyd

AFP
Jay Monahan, comissário do circuito da PGA, durante uma conferência de imprensa em 5 de abril de 2020.
Jay Monahan, comissário do circuito da PGA, durante uma conferência de imprensa em 5 de abril de 2020.

A PGA, organização que reúne os jogadores profissionais de golfe dos Estados Unidos, prestará homenagem a George Floyd, observando um minuto de silêncio no torneio Charles Schwab Challenge, que começa na quinta-feira e marca a retomada do circuito de competições da modalidade esportiva no país, após a paralisação por causa do coronavírus.

Em cada um dos quatro dias do torneio Colonial Country Club (Fort Worth, Texas), as atividades serão interrompidas às 08H46, horário local, para a homenagem a Floyd.

O cronograma simboliza os oito minutos e 46 segundos em que esse afro-americano foi brutalmente imobilizado por um policial branco de Minneapolis, que colocou o joelho no pescoço de Floyd, provocando sua morte por asfixia.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A homenagem é "parte dos esforços contínuos para ampliar vozes e esforços para acabar com a injustiça racial e social", segundo um comunicado da PGA.

Na semana passada, o comissário da PGA dos EUA, Jay Monahan, enviou uma carta a sua equipe e jogadores indicando que o circuito estava determinado a fazer todo o possível para apoiar a diversidade e a inclusão no esporte.

"O que aconteceu não está certo e faremos parte da solução. Vamos abrir nossa discussão", escreveu Monahan.

Nos Estados Unidos, a indignação com o morte de Floyd em 25 de maio, que provocou os maiores protestos nas últimas décadas no país contra o racismo e a brutalidade policial contra afro-americanos, continua acesa.

A temporada de golfe está suspensa desde a propagação da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos em março.

Leia também